Vistoria veicular: o que você precisa saber sobre o procedimento

vistoria veicular

Obrigatória em diversas situações, viável em todas; a vistoria veicular é essencial para que o processo de venda ou troca de veículo seja mais seguro, tendo em vista que ela serve para avaliar as condições de funcionamento e toda a documentação do veículo.

A fim de te informar sobre o que garante, para que serve, como e onde realizar a vistoria veicular, reunimos algumas informações importantes nesse artigo, confira a seguir.

Exigência nacional

Exigida pela legislação de trânsito brasileira, a vistoria veicular é a melhor forma de garantir de forma precisa (e perante o DETRAN) que seu carro não possui irregularidades. Além da integridade física do veículo, a vistoria veicular é capaz de analisar toda a documentação e eventuais pendências relacionadas ao veículo.

Apesar de ser uma exigência, a vistoria veicular não é obrigatória, para verificar em quais situações, cidades ou localidade em que você deverá fazê-la, confira sempre o site da prefeitura de sua cidade, além de informações completas, você terá maiores instruções sobre agendamentos e afins.

Vistoria veicular: quando fazê-la?

Outra questão comum em relação a vistoria é como fazê-la. 

Para sua realização, um funcionário credenciado ao DETRAN (atuante em EVCs, no caso, os profissionais atuantes em empresas credenciadas de vistoria veicular) irão observar peças da estrutura do carro e realizar uma pesquisa online sobre sua documentação, confirmando assim (ou não) de que o carro está legalizado e em bom estado.

Durante a avaliação, o profissional responsável pela realização da vistoria veicular irá analisar o sistema de sinalização, elétrico, de iluminação e demais itens obrigatórios. 

Além de manter tudo nos conformes, o proprietário também deve garantir o bom estado de conservação e uso de todas as peças do veículo. Em casos de muito desgaste ou que expunham tanto motorista quanto outras pessoas ao risco, além da reprovação da vistoria, o DETRAN pode “prender” o carro até que o responsável regularize a condição de seu veículo, tornando-o novamente apto a rodar pela cidade.

Multas em caso da não realização

Como citado, a realização de vistoria veicular é exigida em diversas situações (e em algumas cidades, motoristas e condutores devem obrigatoriamente realizá-la).

Quando seu veículo está dentro dessas obrigatoriedades e você opta por não realizá-la, além de correr o risco de sofrer penalidades relacionadas a pontuação de sua CNH, você poderá ser multado em R$195,23 (cento e vinte e cinco reais e vinte e três centavos) e em casos mais graves, ter seu veículo retido até sua regularização.

Nesses casos, além do pagamento do valor referente ao guincho e taxa de pátio, o responsável pelo veículo deverá arcar com os custos para a realização da vistoria, o qual varia conforme o modelo do veículo em questão.

Segurança para a venda

Como explicitamos, a vistoria veicular torna o processo de compra e venda mais seguro, principalmente por avaliar de forma extremamente minuciosa cada detalhe interno e externo do veículo.

Antes de realizar uma compra ou venda, não deixe de buscar por empresas credenciadas, realizar toda avaliação necessária e então “fechar negócio”. Além de maior segurança, você dispensará maiores preocupações com o carro, eventuais gastos inesperados e claro, evitará questões para/com o DETRAN.

Viável e segura, a vistoria veicular é benéfica para todos!

Dito isso, recomendamos sempre que dúvidas sobre a obrigatoriedade e locais de realização sejam sempre tiradas junto ao órgão público, ou em seus canais de atendimento como telefone e site. 

Dessa forma, além se melhor se programar, você terá a certeza de que estará realizando sua vistoria veicular em locais realmente conveniados, livrando-se de eventuais dores de cabeça futuras.

Acompanhe-nos para continuar por dentro de informações sobre questões cotidianas e de interesse público. Comprometidos com a informação, somos sua melhor fonte de notícias online, acompanhe-nos!