Reeducação alimentar

Reeducação alimentar

As dietas fazem parte da história da humanidade há muito tempo. É possível encontrar registros de dietas nos exemplares das primeiras revistas publicadas. Dieta da lua, dieta da sopa, dieta low carb, são muitos os exemplos que podem ser citados. Mas, de uns tempos para cá, a reeducação alimentar vem substituindo as dietas, que, antes, eram tão comuns.

As clínicas e os profissionais de saúde que atuam na área de nutrição mudaram o foco de dietas para reeducação alimentar. Além disso, a reeducação alimentar vem sendo muito mais indicada para quem quer emagrecer ou ter uma vida mais saudável do que as dietas. Entretanto, qual a real diferença entre reeducação alimentar e dieta? E qual a vantagem da reeducação? Para saber mais sobre esse assunto, continue lendo este artigo!

Relacionado: A importância da alimentação nos idosos

Dieta X reeducação alimentar

A diferença mais importante e, também, a mais básica é o foco. A dieta possui o objetivo de emagrecimento. É muito comum a mesma receita ser usada para mais de uma pessoa e não levar em consideração nenhuma particularidade alimentar. Além disso, as dietas são hipocalóricas, visto que se você consome menos calorias e gasta mais, a consequência é emagrecer. Todavia, uma alimentação hipocalórica é difícil de ser mantida por um longo período de tempo. Além disso, as dietas não costumam ser práticas para o dia-a-dia.

Isso acaba fazendo as pessoas abandonarem as dietas e retornarem para sua alimentação antiga. Dessa forma, não há ganho de saúde e todo o progresso feito é perdido.

Já a reeducação alimentar possui o foco em aprender a forma correta de se alimentar. Ela ensina as pessoas a fazerem escolhas inteligentes na hora de comprar e consumir alimentos, respeitando os gostos pessoais, a rotina e a condição financeira das pessoas.

Isso facilita a adesão de novos hábitos alimentares e facilita, também, a criação de um novo padrão alimentar saudável. Dessa forma, pode-se dizer que quem faz a reeducação alimentar passa a ter ferramentas para manter uma boa alimentação nas mais diferentes situações, como festas e viagens. Algo que não acontece com a dieta.

Relacionado: Varíola do macaco: o que é e como se prevenir

Saiba a importância da reeducação alimentar

Na sociedade atual, a obesidade é considerada um problema de saúde público. Problema este que já atinge grande parcela da população mundial e está atingindo pessoas, cada vez, mais novas. O consumo alto de produtos industrializados, de açúcar e de sal está criando uma geração de pessoas doentes.

Hipertensão, diabetes e outras doenças relacionadas aos maus hábitos alimentares nunca tiveram taxas tão altas. Para combater isso, é preciso ensinar as pessoas a comerem melhor e serem conscientes sobre o que colocam dentro do corpo. Ou seja, é preciso realizar uma reeducação alimentar da população.

As pessoas que já passaram pelo processo de reeducação alimentar são mais saudáveis e conseguem manter o peso dentro do adequado com mais facilidade. Isso faz com que elas apresentem menos doenças crônicas ligadas que possuem a alimentação como fator de risco.

Essas pessoas possuem uma tendência de consumir mais verduras, legumes e frutas. Por outro lado, consomem menos sal e açúcar. Entretanto, elas não desenvolvem uma dieta restritiva, ou seja, elas não se privam de nada. Só sabem equilibrar melhor a alimentação, permitindo com que elas sejam saudáveis mesmo não comendo saudavelmente 100% do tempo.

Relacionado: O que faz o agente comunitário de saúde

Veja as vantagens da reeducação alimentar

Isso destaca ainda o que seria a maior vantagem da reeducação alimentar em comparação com a dieta. A reeducação alimentar não exige privação de nenhum alimento. Você ainda pode tomar sorvete, beber sua cerveja e todas as outras coisas que você gosta. Só vai aprender a fazer isso de forma mais adequada.

As dietas são restritivas, proíbem vários alimentos e criam várias regras que desencorajam as pessoas de seguirem elas. Além disso, podem criar o chamado efeito sanfona. Esse efeito é caracterizado pela pessoa que emagrece e engorda, depois volta a emagrecer e a engodar em um curto período de tempo. Ele é prejudicial para a saúde, pois a mudar de peso em pouco tempo causa um estresse no corpo. Realizar mudanças no peso várias vezes é pior ainda.

Outro ponto que pode ser destacado da vantagem da reeducação alimentar em relação à dieta é o tempo. As dietas, geralmente, prometem um emagrecimento rápido em um curto período de tempo. Isso, como já citado, não é algo bom. Entretanto, na reeducação alimentar, a perda de peso é gradativa, ocorre aos poucos. Isso dá o tempo necessário para o corpo se adaptar à nova situação. Diminuindo o estresse metabólico de uma mudança de peso.

Relacionado: Determinantes sociais da saúde

A ajuda de um profissional é necessária

Como visto, a reeducação alimentar é algo muito bom para a saúde. É uma ferramenta que te ensina a comer melhor e é capaz de prevenir e tratar doenças. Além disso, é muito mais vantajosa que uma dieta, por ser algo mais durável. Todavia, é importante realizar mudanças alimentares sempre acompanhado de um profissional capacitado pata tal. Realizar modificações na alimentação sem uma monitoração adequada pode ter o efeito contrário do desejado. Ao invés de uma melhora na saúde, uma dieta errada pode provocar carências nutricionais e essas, por sua vez, vão causar doenças.

Dessa forma, se você deseja passar por uma reeducação alimentar, é importante procurar um nutrólogo ou um nutricionista, que são os profissionais habilitados para cuidar da sua dieta. Entretanto, é preciso ter cuidado, visto que existem muitas pessoas, que não possuem o estudo necessário, oferecendo reeducação alimentar.

Assim, verifique se o profissional procurado realmente pode atuar na área. Lembre-se que a alimentação é uma parte muito importante da saúde e, por isso, deve ser levada muito a sério. Mas, uma vez que o profissional certo for encontrado, você, com certeza, irá se beneficiar muito da reeducação alimentar. Ele saberá passar exatamente o que for preciso para que você atinja seus objetivos com saúde e de forma eficiente.

Relacionado: Ácido hialurônico: entenda tudo sobre ele