Pular para o conteúdo

Qual a importância das indústrias para a economia brasileira?

    Entenda a importância das indústrias para a economia brasileira

    Você já se perguntou qual a importância das indústrias para a economia brasileira? Nelas, matérias-primas são transformadas em produtos que usamos em nosso dia a dia. Deste modo, profissionais e máquinas atuam em conjunto na produção de objetos diversos, assim como alimentos, roupas, calçados, entre outros.

    Por isso, a atividade industrial é fundamental na economia de qualquer país. Afinal, além de gerar empregos, ela promove transações que impactam diretamente no PIB (Produto Interno Bruto).

    Para se ter ideia da importância das indústrias para a economia brasileira, saiba que o setor gera cerca de 1,3 trilhão por ano. Além disso, é uma das atividades mais antigas da economia moderna, surgindo na Primeira Revolução Industrial, no século XVIII.

    Aqui, neste conteúdo, você poderá entender qual a real importância das indústrias para a economia brasileira, conhecer um pouco da evolução da atividade e quais são os principais tipos de indústrias. Boa leitura!

    Indústrias: o que é?

    Esta atividade econômica surgiu na Primeira Revolução Industrial, no século XVIII, na Inglaterra. O fato de utilizar a força humana, máquinas e energias para operar é sua principal característica.

    Desta forma, ela engloba uma série de atividades produtivas que visam transformar matéria-prima em produtos comercializáveis. Assim, é possível compreender a importância das indústrias para a economia brasileira. Visto que ela é responsável por produzir tudo que consumimos.

    Atualmente, essa atividade representa 21,4% do PIB brasileiro. Além de ser responsável por quase 70% das exportações de bens e serviços e por 69,2% do investimento em pesquisa e desenvolvimentos. Ademais, ainda representa 33% dos tributos federais.

    Qual a importância das indústrias para a economia Brasileira?

    Como mencionado acima, a indústria contribui com R$1,3 trilhão para a economia brasileira. Isso quer dizer que para cada 1 real produzido, são gerados 2,40 reais para economia do país.

    Deste modo, quando um país é industrializado, ele aumenta suas chances de ter uma economia mais equilibrada. Afinal, quanto mais investir, mais será produzido. Assim, mais empregos podem ser gerados e como consequência, uma maior renda.

    De maneira geral, funciona como um ciclo, quando mais se produz, mais se compra e maior o desenvolvimento sócio-econômico. Assim, a importância das indústrias para a economia brasileira é alta por conta de seus diversos benefícios, tais como:

    • Gerar mais emprego, melhorando a vida da população;
    • Aumentar o consumo interno;
    • Desenvolver a indústria tecnológica;
    • Crescer a economia em sua totalidade.

    Vale ressaltar que a indústria se enquadra na categoria do setor secundário. Assim como a agricultura faz parte do setor primário, o comércio se encontra no terciário. Contudo, ela é um dos setores da economia mais importantes do país.

    A evolução industrial no mundo

    Para entender como se desenvolveu a importância das indústrias para a economia brasileira, precisamos esclarecer como ocorreu a evolução dessa atividade. Em suma, ela pode ser dividida em 3 estágios principais, veja:

    • Artesanato: o artesão produz e comercializa seus próprios produtos. Até hoje essa atividade é valorizada;
    • Manufatura: fase inicial do capitalismo, no século XVII, onde o surgiu a divisão do trabalho, em que cada operário passou a ser responsável por uma parte da produção;
    • Maquinofatura: por fim, temos a Revolução Industrial, onde as máquinas começaram a dividir o espaço de trabalho com as pessoas, fazendo surgir as especializações.

    A partir daí, as máquinas não pararam mais de atuar nas fábricas. Pelo contrário, com o avanço tecnológico, elas começaram a se desenvolver mais, assumindo mais atividades que antes eram realizadas somente por pessoas.

    Ainda passamos pela Segunda e Terceira Revolução Industrial, em que a globalização e o avanço de multinacionais marcaram essas etapas. No entanto, a evolução não parou. Hoje, a Quarta Revolução Industrial começa a emergir, nascendo o conceito de indústrias 4.0.

    Em outras palavras, as indústrias atuais passaram a unir 3 fatores essenciais: progresso, tecnologia, digitalização e inovação. Deste modo, buscam aprimoramento em todos os seus processos.

    Principais tipos de indústrias

    Com esses dados citados, deu para entender como a importância das indústrias para a economia brasileira é alta. Para isso ficar ainda mais claro, conheça a seguir as classificações deste setor, conforme a finalidade da instituição. Veja:

    Indústria de bens de produção

    Esta categoria também é conhecida como indústria de base. Isto é, se refere aquelas empresas que atuam na produção de recursos, bens e matérias-primas utilizadas em outras indústrias.

    Por exemplo, siderurgias que fabricam ligas de ferro para indústrias de construção, assim como mineradoras, petrolíferas e madeireiras.

    Indústrias de bens de capital

    Aqui, entram as empresas que produzem equipamentos, máquinas e ferramentas para demais fábricas, como autopeças que possuem as fábricas automobilísticas como seus principais clientes.
    Indústria de bens de consumo

    Nesta categoria se encontram a maioria das organizações que transformam a matéria-prima em produto final. Ou seja, tudo que chega até o mercado consumidor. Ela é dividida em:

    • Bem durável: produtos não-perecíveis, como automóveis e eletrodomésticos;
    • Semidurável: roupas e sapatos, por exemplo;
    • Bens não-duráveis: como alimentos e medicamentos.

    Além disso, as indústrias são classificadas de acordo com atividade que desenvolvem e pelo setor que atuam. Nestes casos, a divisão ocorre da seguinte maneira:

    • Tipo de atividade: indústria extrativa e indústria de transformação;
    • Setor de atuação: energético, construção civil, alimentício, bélica e informacional.

    Desafios das indústrias brasileiras

    Como você viu, a importância das indústrias para a economia brasileira é um tema relevante para o desenvolvimento do país. Contudo, o Brasil ainda depende bastante de outras nações. Assim, grande parte do faturamento do setor se encontra na exportação.

    Além disso, o país depende também das tecnologias mais avançadas produzidas pelos países mais desenvolvidos. Visto que o investimento em pesquisa e educação ainda é baixo.

    Desta forma, uma dos maiores desafios das indústrias brasileiras se referem a dependência externas. Em outras palavras, para que o setor se desenvolva mais rapidamente é necessário desenvolver projetos que visam aumentar a produção científica e tecnológica no país.

    Este artigo foi útil para você? Agora que você entendeu mais sobre a importância das indústrias para a economia brasileira, que tal ler:

    Saiba tudo sobre a internet das coisas

    Saiba tudo sobre Criptomoedas Binance

    (Visited 6 times, 1 visits today)