Há pouco menos de um mês, o Dicionário Collins apresentou sua escolha para expressão do ano: “greve do clima”. Agora, dando sequência à seleção de palavras e/ou termos que marcaram o ano, o Dicionário Macquarie elegeu “cultura do cancelamento” como a expressão que melhor representa 2019.

A cultura do cancelamento é, basicamente, um movimento de boicote a empresas, marcas, artistas, eventos e figuras públicas em geral, que venham a agir de forma considerada ofensiva, “incorreta” ou incoerente com seus próprios discursos ou valores promovidos. O fenômeno característico das redes sociais, no entanto, geralmente tem um efeito menor que o desejado, além de levantar a discussão sobre o que é ou não “válido” para o cancelamento.

A escolha do termo foi feita pelo comitê de jurados do dicionário, que elegeu 75 palavras e expressões para uma votação final entre si. O dicionário também promove uma votação popular até o dia 10/12, na qual é possível escolher até 3 termos (todos em inglês).

A lista para votação traz menções como “eco-ansiedade” e “thicc”, termo originário do inglês americano africano e que é uma celebração da positividade do corpo fora da conformidade de padrões de beleza brancos convencionais.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.