Será realizado nesta quinta-feira (7), no auditório do Interlegis/ILB, o “Encontro Interlegis: Brics — Riscos e Oportunidades — para onde vai o Brasil?”. O evento reunirá especialistas e parlamentares para debater aspectos econômicos e políticos das relações entre os países que compõem o grupo.

O termo Brics foi criado em 2001 para designar um conjunto de potências emergentes no cenário econômico internacional. O grupo reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que juntos representam mais de 40% da população mundial, ocupam um quarto do território global e possuem um PIB combinado de aproximadamente 18 trilhões de dólares, segundo dados oficiais.

O objetivo do debate, de acordo com o diretor-executivo do instituto, Márcio Coimbra, é fazer um contraponto ao posicionamento comum. Para ele, a China é um grande player internacional, e a relação do Brasil com o país asiático deve ter um enfoque mais atento.

— Em geral, em eventos como esse, só se discutem os benefícios destas parcerias, mas em um mundo cada vez mais comercialmente polarizado entre China e Estados Unidos, é preciso discutir o que significa fazer parte dos Brics — afirma.

Os interessados em participar podem ser inscrever no portal do Interlegis. O auditório Antonio Carlos Magalhães fica no térreo do Edifício Interlegis/ILB, na Av N2 Norte, Bloco 2 do Senado Federal. A abertura será realizada pela senadora Soraya Thronicke (PSL-MS). Na sequência, nove painelistas se apresentarão pela manhã até o meio-dia e à tarde, de 14h às 17h. Também está prevista a participação do economista Ricardo Amorim. Perguntas e comentários poderão ser enviados por meio do portal e-Cidadania. Será expedido certificado mediante presença.

 

Com informações do Interlegis/ILB

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.