Após cinco dias de atividades no Senado e na Câmara dos Deputados, representantes dos parlamentos do Brasil e de mais oito países lusófonos despediram-se de Brasília, na última sexta-feira (25), e falaram sobre os ensinamentos adquiridos com os colegas brasileiros durante o 1º Encontro de Quadros de Redação, Audiovisual e Arquivo, promovido pela Associação de Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa (ASGPLP).

Representando a Diretoria-Geral do Senado, o diretor-executivo de Gestão, Marcio Tancredi, ressaltou que o intercâmbio de informações representa ganhos para todos os lados, já que há questões e necessidades comuns entre todos os países.

— Nesses momentos crescemos todos. Acredito que podemos ter mais contatos bilaterais, inclusive. Para todos os pontos que tratamos, eles responderam com necessidades que são muito específicas. Acho que tem muito espaço para a gente tratar de interesses que não são tão comuns a todos, mas são relevantes para um ou mais países.

O diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, que é o atual presidente da ASGPLP, agradeceu a presença dos visitantes e destacou que todos “abrilhantaram” o encontro de maneira especial.

— Esperamos que tenham tido uma semana boa em Brasília. E que tenham tido a oportunidade de trocar conhecimentos conosco. É um momento muito emocionante para todos nós — disse.

Anabela do Espírito Santo, da Assembleia Nacional de Angola, destacou que há aspectos distintos entre o Parlamento brasileiro e o angolano, “mas também existem questões que podem ser aproveitadas, a partir dos conhecimentos adquiridos na visita, e usadas para o aperfeiçoar o trabalho”.

Já Frederico Tchitali, também de Angola, salientou que a visita evidenciou a necessidade de “aprofundar os conhecimentos referentes às práticas destinadas à recuperação de arquivos”, que é o segmento em que ele atua em seu país.

Josibel Delgado, do Parlamento de Cabo Verde, ressaltou a alegria de conhecer o Congresso Nacional e elogiou a parceria existente entre as duas Casas Legislativas. De acordo com ela, “a ideia é levar essa experiência e tentar repassar aos colegas que não participaram do encontro”.

Continuidade

De acordo com Fabio Liberal, diretor da Secretaria de Informação Legislativa, o encontro contribuiu para aumentar a aproximação interna e aprofundar a integração entre Câmara e Senado. Segundo ele, com base nas ideias levantadas nos cinco dias de visita, novas reuniões já foram marcadas entre as duas Casas Legislativas.

— Percebemos que há muitos assuntos comuns entre Senado e Câmara que já eram tratados e, agora, a abordagem que o encontro ofereceu mostrou que há oportunidades para mais integração ainda.

Quesia de Farias, diretora da Secretaria de Registro e Redação Parlamentar, destacou que a vontade de aprender dos visitantes foi um dos principais destaques da experiência.

­— Isso deu um gosto ainda maior para fazermos as apresentações. A interação que tiveram conosco foi uma experiência muito rica — concluiu.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.