PublishNewsTV dessa semana recebe Flávia Lago para falar sobre as suas funções além da de editora. Ela é ativista pela escola pública e uma das fundadoras do coletivo Ocupa Beauvoir.

Flávia Lago é editora. Acumula vivências na Cosac Naify, Saraiva, V&R e FTD. É editora também como ativista: no coletivo Ocupa Beauvoir, da qual é uma das fundadoras, bolou um projeto que consistiu na impressão de cartazes interativos lembrando mulheres como a vereadora carioca Marielle Franco, a filosofa alemã Rosa Luxemburgo, a jornalista e tradutora japonesa Itô Noe e a argentina Esther Ballestrino, uma das fundadoras do movimento das Mães da Praça de Maio. Em comum, todas elas foram assassinadas por defenderem causas humanitárias. Além dos cartazes, o projeto convidou escritoras contemporâneas para escreverem cartas a essas mulheres. As cartas foram gravadas e estão disponíveis no podcast Rabiscos.

No episódio dessa semana da PublishNewsTV, ela fala um pouco sobre essas mulheres e sobre as ideias por trás do coletivo.

Além disso, Flávia e o marido resolveram matricular a filha em escolas públicas, participando ativamente dos conselhos dessas escolas, não por impossibilidade financeira, mas por um ideal de uma vida em comum e educação.

Além da íntegra da entrevista com a Flávia, a PublishNewsTV contou com a participação de Luciana Melo, que cuida do administrativo do PublishNews. Ela esteve na exposição Ao mestre com carinho – Ziraldo 85, em cartaz na Casa Melhoramentos (Rua Tito, 479, Vila Romana – São Paulo / SP), e em um evento em São Paulo organizado pela editora gaúcha Luz da Serra.

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.