Terminal Marítimo de Ponta da Madeira foi o primeiro compromisso da agenda de Marcelo Sampaio

O secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, viajou, nesta quarta-feira (23), ao estado do Maranhão para participar da cerimônia de desativação e entrega do edifício sede da CODOMAR (Companhia Docas do Maranhão), que acontece nesta quinta-feira (24), às 9h. Durante a viagem, ele também realiza visita técnica ao Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, ao Porto do Itaqui e às instalações do Centro de Lançamento de Alcântara.

A primeira visita de Sampaio foi ao Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, porto privado pertencente à Companhia Vale, adjacente ao Porto de Itaqui, e próximo à cidade de São Luís. O porto destina-se principalmente à exportação de minério de ferro. Em 2018, o terminal movimentou 198 milhões de toneladas, equivalente a 48% de todo minério exportado e 17% de toda a carga portuária do país. Para 2019, a expectativa é movimentar cerca de 208 milhões de toneladas.

“Nós tivemos a oportunidade de conhecer todo o centro de operação do terminal, como é feito o controle e a conexão do modal ferroviário com o modal portuário”, explicou Sampaio. “A gente tem uma das ferrovias mais eficientes do planeta e consegue entregar minério competitivo do outro lado do mundo, na China. Esse é o Brasil que dá certo e o que nós desejamos pra todo o território nacional”, disse ao se referir à Estrada de Ferro Carajás, que faz conexão com o terminal.

Codomar

Nesta quinta-feira, o secretário executivo participa da cerimônia de desativação e entrega do edifício sede da CODOMAR. A liquidação da Companhia Docas do Maranhão é regida pelo Decreto n° 2.965, de 10 de janeiro de 2018. Os trabalhos estão sendo conduzidos pela Secretaria de Fomento, Planejamento e Parcerias do ministério e foram divididos em metas que se estendem até 2020.

No mesmo dia, está prevista visita técnica ao Porto de Itaqui, que também se destaca pelo transporte de minério de ferro. Bauxita, soja, alumina, derivados de petróleo e fertilizantes também integram a lista de produtos transportados pelo complexo. A infraestrutura de Itaqui permite a movimentação, visto que o porto dispõe de sete berços que, somados, totalizam quase 2 km de cais acostável. O porto possui, ainda, armazéns de lona, armazéns de granéis vegetais, silos e tanques.

Centro de Lançamento de Alcântara

A última visita de Marcelo Sampaio ocorre na sexta-feira (25) no Centro de Lançamento de Alcântara – segunda base de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira (FAB). O centro está situado no município de Alcântara, a 32 km de São Luís, numa área de 62.000 hectares pertencente à União.

A base possui infraestrutura aeroportuária e acesso rodoviário. Também há acessos marítimos pelo Porto do Cujupe e embarque por meio de Ferry Boat. O Ministério da Infraestrutura é tido como parceiro estratégico na ampliação do centro, uma vez que melhorias na infraestrutura de transporte, tanto no aeroporto quanto nos acesso portuários, são necessárias.

 

Foto: Alberto Ruy/Minfra

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

 

 

Fonte: Governo Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.