Especialistas que participaram de audiência na Subcomissão de Doenças Raras defenderam a universalização e o aumento do número de doenças que podem ser identificados pelo teste do pezinho na rede pública. O senador Flávio Arns (Rede-PR) destacou que a ampliação do teste pode trazer novos desafios ao sistema de saúde brasileiro. A reportagem é de Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.