A Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense (UFF) promove hoje (28) a terceira edição de um evento que atrai crianças e adultos apaixonados por animais.

Durante todo o dia, professores e alunos apresentarão, de forma lúdica, projetos desenvolvidos ao longo do ano na faculdade. De acordo com o coordenador do projeto, Luciano Barros, meninos e meninas correspondem a 80% do total de visitantes uma vez que a profissão é atraente para esse público.

“A medicina veterinária é uma profissão, como astronauta, como jogador de futebol que, em algum momento da vida, a criança fala que gostaria de ser. Tem a questão de lidar com os bichos, porque é muito importante o envolvimento da criança”.

Um dos projetos de extensão que atrai a curiosidade infantil é a peça de teatro Três Porquinhos e Sua Inhaca. Destinada à faixa etária de 4 a 6 anos, a peça procura trabalhar a importância da saúde pública e da higiene pessoal para a criançada.

Já o projeto Cata-Cata ensina a importância de se recolher as fezes dos cães nas calçadas da cidade. O intuito, nesse caso, é que as crianças atuem como multiplicadoras do conhecimento e levem o que aprenderam aos pais, incentivando os adultos que são tutores de animais a adotar essa atitude no dia a dia.

Outro projeto que desperta a atenção dos visitantes é o Projeto Narizinho, desenvolvido pelos professores Aguinaldo Mendes Júnior e Ana Maria Barros Soares. A iniciativa busca melhorar a capacidade respiratória de algumas espécies de cães, como o buldogue francês e o pug, por meio de uma cirurgia. O projeto já atendeu mais de 400 cachorros.

Há ainda uma iniciativa sobre higiene das mãos que chama a atenção de pais, meninos e meninas. A criança entra no laboratório e faz um exame que mostra quantas bactérias ela tem na mão naquele momento. Depois, ela passa por uma oficina na qual aprende a lavar a mão corretamente e volta a fazer uma imagem para saber quantas bactérias restaram.

“Essa fotografia da mãozinha com bactéria é mandada para o e-mail da criança. Os pais gostam muito também da experiência”, disse o coordenador do evento.

Todas as crianças que forem ao evento receberão uma cartela para ser preenchida com adesivos durante a visita aos estandes. A criança que conseguir completar a cartela receberá, no final do evento, um diploma de veterinário mirim.

“Isso estimula as crianças a virem à ação, a participar e conhecer um pouco mais sobre a veterinária. É um esforço grande dos professores de mostrar para a comunidade que estamos trabalhando. A gente quer dar satisfação das nossas responsabilidades”, destacou Barros.

Para ele, é importante que a população saiba que a veterinária não se restringe a cuidar de animais, mas desenvolve pesquisas científicas e inovações.

Além de estreitar o vínculo da UFF com a comunidade externa, o evento visa a despertar o interesse das próximas gerações não apenas pela medicina veterinária, mas também pelo conhecimento científico.

Os estandes poderão ser visitados das 9h às 16h, na Faculdade de Veterinária da UFF, situada na Avenida Almirante Ary Parreiras, 503, bairro de Icaraí, Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. 

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.