Prêmio dará aos vencedores das categorias Prosa de Ficção, Ensaio e Poesia, R$ 100 mil. Já o vencedor da categoria Novo Autor Fluminense levará para casa R$ 10 mil.

Geovani Martins é um dos finalistas na categoria Prosa de Ficção com a obra ‘O sol na cabeça | © Chico Cerchiaro

O Prêmio Rio de Literatura anunciou os finalistas da sua quarta edição. Com 701 inscrições de autores de todo o Brasil, os melhores livros nas categorias Prosa de Ficção, Ensaio e Poesia irão receber R$ 100 mil. Na categoria Novo Autor Fluminense, o vencedor será premiado com R$ 10 mil, além da produção, publicação e distribuição ao mercado de mil exemplares de sua obra. Dos 701 inscritos, 123 são autores de obras já publicadas por 27 editoras.

Em Ensaio, as obras Explosão Feminista, de Heloísa Buarque de Hollanda; Maquinação do mundo, de José Miguel Wisnik; O Tiradentes, de Lucas Figueiredo, todas publicadas pela Companhia das Letras, e Paletó e Eu, de Aparecida Vilaça; e Valsa brasileira, de Laura Carvalho, ambos publicados pela Todavia, estão entre os finalistas.

Em Prosa de Ficção, destaque para Com armas sonolentas (Companhia das Letras), de Carola Saavedra; Entre as mãos (Record), de Juliana Leite; O pai da menina morta (Todavia), de Tiago Ferro; e O sol na cabeça (Companhia das Letras), de Geovani Martins, que também estão na disputa.

A previsão é que os vencedores sejam conhecidos no início de 2020.

Confira a lista completa dos finalistas.

Categoria Prosa de Ficção

Com armas sonolentas (Companhia das Letras), de Carola Saavedra
Dora sem véu (Alfaguara), de Ronaldo Correia de Brito
Enterre seus mortos (Companhia das Letras), de Ana Paula Maia
Entre as mãos (Record), de Juliana Leite
O abridor de letras (Record), de João Meirelles Filho
O amor, esse obstáculo (Patuá), de Micheliny Verunschk
O pai da menina morta (Todavia), de Tiago Ferro
O sol na cabeça (Companhia das Letras), de Geovani Martins
Perifobia (Patuá), de Lilia Guerra
Reserva natural (Companhia das Letras), de Rodrigo Lacerda

Categoria Ensaio

A revolução que mudou o mundo (Companhia das Letras), de Daniel Aarão Reis
Ateliê da Palavra Ayvu Rapyta (Appris), de Kleyton Rattes
Copacabana: A trajetória do samba-canção (Editora 34), de Zuza Homem de Mello
Explosão feminista (Companhia das Letras), de Heloísa Buarque de Hollanda
Maquinação do mundo (Companhia das Letras), de José Miguel Wisnik
Maria Bonita: Sexo, violência e mulheres no cangaço (Companhia das Letras), de Adriana Negreiro
O Tiradentes: Uma biografia de Joaquim José da Silva Xavier (Companhia das Letras), de Lucas Figueiredo
Paletó e Eu (Todavia), de Aparecida Vilaça
Ser republicano no Brasil Colônia (Companhia das Letras), de Heloísa Murgel Starling
Valsa Brasileira: do boom ao caos econômico (Todavia), de Laura Carvalho

Categoria Poesia

1989 (7 Letras), de Lucas Matos
A esponja dos ossos (7 Letras), de Maria Cecília Brandi
As asas do Albatroz (Mondrongo), de Marco Catalão
Bigornas (Editora 34), de Yasmin Nigri
Carvão: Capim (Editora 34), de Guilherme Gontijo Flores
E outros poemas (Urutau), de Letícia Féres
Haverá festa com o que restar (Companhia das Letras), de Francisco Mallmann
Nenhum mistério (Companhia das Letras), de Paulo Henriques Britto
Parque das ruínas (Luna Parque), de Marília Garcia
Um corpo negro (Nosotros), de Lubi Prates

Novo Autor Fluminense

Alumbramento, de Renata Benicá Florentino de Oliveira
Cafeína, de Maurício Torres Assumpção
Cinco ou seis dias, de Danichi Hausenn Hizoguchi
Canis Lupus (Histórias improváveis), de Oswaldo Sargentelli Filho
Como tratar paisagens feridas, de Rafael Cristiano Ferreira de Amorim
O grande livro dos seres fantásticos do Brasil, de Francisco Geraldo Goulart de Lima
O urso castanho e o campo de pavões verdes, de Rafaela Nogueira Barbosa
Ojuobá, de Vitor de Araújo Antunes
Parlem e o Sputinik, de José Angelo Rodrigues
Sobre o dorso das fêmeas, de Eliane Chaves França

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.