Três agências anunciaram as conquistas de novos clientes nos últimos meses

Casé Comunica tem novo cliente

O mercado de agências de comunicação segue agitado em 2019. Desde o fim de julho, a Casé Comunica conta com mais um integrante em sua cartela de clientes. A empresa assumiu a conta da marca Brownie do Luiz. O novo parceiro da Casé Comunica tem mais de mil pontos de vendas distribuídos em São Paulo, Brasília e no Rio de Janeiro. Com o acerto, a equipe da agência se tornou responsável por ações estratégicas de comunicação, divulgações institucionais e relacionamento com jornalistas e influenciadores digitais.

(Imagem: divulgação)

Quintal conquista conta da Farra Bie

Além da Casé Comunica, outras agências tiveram o que comemorar recentemente. Em agosto, a Quintal comemorou a chegada da marca carioca de cerveja artesanal Farra Bier à área de varejo atendida. A agência se tornou responsável por assinar campanhas publicitárias e cuidar de todas estratégias de comunicação do mais novo cliente. “Nossa conversa com a Farra evoluiu naturalmente para discussões sobre o negócio em si, como ampliação dos pontos de venda, estratégias de distribuição e em como fazer a cerveja chegar até as pessoas de forma natural”, disse na ocasião Leonardo Brossa, sócio e diretor de planejamento da Quintal.

Verbo Comunicação assume conta da Aisin

E teve mais gente envolvida na recente movimentação em agências. Também em agosto, Verbo Comunicação, que tem base em Sorocaba (SP), conquistou a conta da Aisin do Brasil. Desde então, o time da agência do interior paulista em prol da comunicação, marketing e propaganda da da fabricante japonesa de peças de automóveis. “Estamos em festa aqui na agência, pois a conquista de uma conta tão importante como essa é motivo de muita comemoração”, enfatizou Rodrigo Figueiredo, sócio-diretor da Verbo Comunicação, sobre a parceria com a Aisin do Brasil.

Fonte: Comunique-se

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.