O Facebook recentemente revelou ao público uma versão remodelada do Portal, seu dispositivo de videochamadas que pretende emplacar de vez no mercado nos próximos meses com algumas possibilidades no streaming. E quando se afirma que a companhia de Mark Zuckerberg quer ver o aparelho dar certo, é porque é pra valer, e a maior comprovação disso é a campanha publicitária que a empresa concebeu para marcar o lançamento do produto, que conta com ninguém menos que os Muppets pra “espalhar a palavra”.

Concebido pela Anomaly/L.A. e dirigido pelo Bob Industries que é o estúdio da dupla Jonathan Dayton e Valerie Faris (os diretores de “Pequena Miss Sunshine”), o “A Very Muppet Portal Launch” conta com todas as estrelas maiores da franquia da Disney, que solucionam o problema de estarem separados a partir das possibilidades de vídeoconferência oferecidas pelo Portal. Embalado ao som do tema do “The Muppet Show”, a peça ainda promove o slogan “Se você não pode estar lá, sinta-se lá” – uma chamada cujo objetivo soa muito similar à campanha veiculada pela companhia na época do Dia das Mães. Confira acima o anúncio na íntegra.

Além do vídeo principal, a campanha deve incluir algumas peças menores que serão reveladas nos próximos dias e que demonstram de forma lúdica outras funções mais específicas do Portal. O primeiro é o “Big Bad Piggy”, que coloca a Miss Piggy pra “assustar” seus parentes com uma máscara de realidade aumentada no formato de lobo.

Enquanto para o Facebook a campanha é ótima para tornar o público familiarizado com as funcionalidades do Portal, do lado dos Muppets a ação soa como um holofote bem vindo dado o cenário de escanteio que a marca (e a The Jim Henson Company) vivem atualmente na Disney. Além das eventuais brigas com antigos membros do elenco, a companhia há alguns dias cancelou um programa que os personagens da franquia estrelariam no Disney Plus e que havia sido anunciado na D23 no fim de agosto.

O Portal atualmente está em pré-venda nos Estados Unidos.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.