A saga “Jurassic Park” teve uma trajetória um tanto quanto peculiar nos últimos anos. Após uma primeiro trilogia encerrada em 2001 com “Jurassic Park III”, a Universal conseguiu reviver a série com sucesso com “Jurassic World” e “Jurassic World: Reino Ameaçado”, que foram sucesso absoluto de bilheteria em seus respectivos lançamentos em 2015 e 2018 nas mãos do diretor (e depois produtor) Colin Trevorrow.

Agora, Trevorrow parece estar levando a mais popular série de dinossauros da história do cinema a novos rumos. O próprio diretor anunciou, em seu Twitter, que “Jurassic Park” ganhará um curta-metragem feito para a televisão, que será lançado no domingo do dia 15 de setembro no canal FX, após a exibição de “Jurassic World” no canal.

O curta terá no elenco os atores André Holland, Natalie Martinez, Melody Hurd e Pierson Salvador. A direção de fotografia ficará por conta de Larry Fong, enquanto a trilha é assinada por Amie Doherty e o roteiro por Emily Carmichael. Com exceção do próprio Trevorrow, todos os outros nomes não estiveram envolvidos nas produções recentes da franquia.

“Battle at Big Rock” (ou “Batalha na Grande Rocha”) não teve sinopse oficial nem sua metragem divulgados, apenas um pôster e as informações já comentadas. A imagem de divulgação também traz poucas novidades além de uma imagem de dentro do parque com uma placa que diz “não alimente os animais selvagens”.

O próximo filme, vale lembrar, estreia apenas em 2021, e terá a personagem de Bryce Dallas Howard como protagonista e também será comandado por Trevorrow. Até lá, será interessante ver como o curta preenche o universo.

Há alguns anos, “Blade Runner” também ganhou curtas-metragens que enriqueceram o universo antes do lançamento de “Blade Runner 2049”. A diferença foi o meio de exibição: enquanto esses curtas foram divulgados no YouTube, “Battle at Big Rock” será transmitido por um canal de televisão.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.