O Senado homenageou nesta sexta-feira (30), em sessão especial, os 52 anos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Distrito Federal (Senac-DF), que desde 1967 oferece à população cursos de formação inicial e continuada.

Em 2005, o Senac passou a atuar também no ensino superior, disponibilizando cursos de pós-graduação lato sensu à distância e em 2007 foi inaugurada a Faculdade de Tecnologia do Senac-DF, que acrescentou cursos de graduação tecnológica e pós-graduação presenciais. Hoje, a instituição oferece mais de 300 cursos de niveis básicos, técnico e tecnológico e atende às empresas com parcerias e projetos customizados.

O autor do requerimento, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), destacou a importância da homenagem pela excelência do Senac na capacitação de jovens e adultos do Brasil.

— Foi no Senac, em cada canto desse país, que muitos jovens começaram a vida de sucesso. Foi no Senac que muitos homens e mulheres, hoje profissionais e pais de família, iniciaram uma nova história de vida. Foi o Senac que ofereceu mão de obra capacitada para desenvolver o comércio e o setor de serviço do nosso país — afirmou Izalci.

Homenagens

Durante a sessão, foram homenageadas a professora Sonia Aiko Takata, confeiteira que ganhou a medalha de ouro no Salão Internacional de Restaurantes, Hotelaria e Alimentação, e Edy Bender, conselheira do Senac-DF e filha dos fundadores do Senac no Brasil.

Também receberam homenagens três ex-alunas do Senac que se destacaram em suas profissões: Renata Araújo Rodrigues, vencedora da Olimpíadas do Conhecimento de 2014; Jéssica dos Santos, que representou o Brasil no maior evento de educação profissional do mundo em 2013, e Michele dos Santos, que realizou uma grande ação em parceria com organismos internacionais para valorização da vida e dos profissionais de enfermagem.

Atuação do Senac

O diretor Regional do Senac-DF, Antonio Tadeu, destacou que a instituição é um caso de sucesso em todo o território nacional há 73 anos e que se inovará no Distrito Federal.

— Com a chegada do presidente Francisco Maia, um novo olhar se volta para o Senac-DF, um viés empresarial na forma de administrar certamente nos colocará no patamar de realizações muito maior do que até hoje produzimos, sem perder a qualidade de ensino e sem perder o rumo estabelecido há muito tempo, formar pessoas e transformar vidas por meio da educação — afirmou.

O presidente da Fecomércio-DF e dos Conselhos Regionais do Senac-DF e do Sesc-DF, Francisco Maia Farias, destacou a felicidade em poder celebrar o aniversário do Senac e também ressaltou que a instituição está preparada para a era da informação digital.

— Em poucos anos, dezenas de novas profissões vão ser criadas e muitas transformadas pela tecnologia da informação. O Senac preparou seus desafios e oferece ao trabalhador as ferramentas do futuro — destacou.

O diretor de Educação Profissional do Senac-DF, Gustavo Henrique Escobar Guimarães, afirmou que a instituição proporciona os direitos fundamentais, o direito à educação e ao trabalho.

— A nossa história não se dá mais apenas pela educação, a nossa história se incumbe de promover mobilidade social e transformação de vidas — afirmou.

Também participaram da celebração o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Pará, Sebastião de Oliveira Campos; a gerente de relações comerciais do Senac-DF, Margareth Bicalho; e o assessor de relações institucionais do Senac, Antonio Henrique Borges de Paula.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.