Audiência pública conjunta da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e Comissão de Educação (CE) vai discutir, na quarta-feira (21), os resultados positivos das atividades físicas e divulgar um projeto de parceria entre o setor privado de academias de esportes e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os requerimentos foram feitos pelo senador Romário (PODEMOS/RJ), e pelo senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB/PB).

Em março de 2019 foi anunciada uma parceria da Associação Brasileira de Academias (ACAD) com a OMS para combater o sedentarismo no país. O objetivo é promover a prática de atividades físicas como forma de aumentar a qualidade de vida das pessoas e prevenir doenças como hipertensão, diabetes, obesidade e outras.

Segundo a ACAD, esse projeto é importante para mostrar como o setor fitness também deve se reconhecido como promotor de saúde. As iniciativas da OMS costumavam estar mais relacionadas com a nutrição, mas o novo plano de ação global da organização propõe medidas para ajudar os países a ampliar as ações que combatam o sedentarismo.

Esse plano inclui o lançamento da campanha “Let’s be active – more active people for a healthier world” (Sejamos ativos – pessoas mais ativas para um mundo mais saudável), que estabelece quatro objetivos e recomenda 20 ações políticas aplicáveis a todos os países, com o propósito de criar sociedades, pessoas e ambientes mais ativos.

“O novo plano de ação pretende diminuir o sedentarismo global em 10% até 2025 e em 15% até 2030, e para isso a OMS está promovendo parcerias inéditas com o setor privado. Além disso, agora, nesta nova etapa do plano, a promoção da atividade física ganhou muito mais foco e importância, por isso acreditamos ser uma oportunidade única para as academias”, explica a ACAD.

Para debater o assunto estarão presentes um representante do Ministério da Saúde; o presidente da Associação Brasileira de Academias, Gustavo Borges; um integrante do Conselho Diretor da International Health and Racqets Sports Club Association, Mônica Marques, e um representante da Associação Brasileira de Indústria de Máquinas e Equipamentos.

A audiência será realizada no plenário 9, da ala Alexandre Costa, e será interativa, com a possibilidade de participação popular. Dúvidas, críticas e sugestões poderão ser enviadas por meio do portal e-Cidadania ou pelo telefone do Alô Senado (0800 612211).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.