Reunimos algumas das principais dúvidas que as empresas têm antes de começarem a investir em influencers e oferecemos as respostas



Este post é um trecho do eBook Marketing de Influência: gerando vendas com influenciadores digitais

O Marketing de Influência está cada vez mais presente na vida das empresas e dos consumidores. Isso vale tanto no contexto de mercados de vendas em larga escala e, também, de negociações mais complexas. Por isso, vale entender como ele pode se encaixar na sua estratégia de Marketing Digital.

Neste post, separamos algumas das principais dúvidas de quem quer começar a fazer ações com influencers. Para esclarecê-las, dividimos os tópicos em dicas sobre Marketing de Influência, que podem ajudar você a perder o medo de investir parte da sua verba de marketing nessas ações. Continue lendo para ver que essa estratégia também pode te ajudar!

“,
progressTemplate: “”
});
}
});

Marketing de Influência: gerando vendas com influenciadores digitais

Neste eBook você vai aprender como montar uma estratégia com influenciadores para impulsionar a sua marca e seus resultados.

1. Não limite a criatividade

Não deixe que a sua insegurança sobre tratar da sua marca em um ambiente não tão controlável como suas redes imponha obstáculos na maneira como você irá estruturar sua campanha. Lembre-se de que as pessoas desejam mensagens reais e verdadeiras, portanto não tenha medo de ousar e ser criativo.

2. Case canais, cruze campanhas e explore combinações

Uma estratégia de Marketing de Influência pode envolver apenas um influenciador, mas nunca é somente sobre o influenciador. Pense em como utilizar seus outros canais para aumentar o alcance da sua mensagem. Se pretende utilizar mais influenciadores, crie um diálogo entre suas comunicações e garanta que as ações não se tratem de publicações que não se conversam.

3. PJ ou PF?

Caso vá realizar pessoalmente a contratação do seu influenciador, sem o intermédio de uma agência, lembre-se de que este é um mercado novo. Muitos micro influenciadores e até mesmo grandes influenciadores ainda não possuem empresa aberta, portanto será comum lidar com a contratação de pessoas físicas.

É claro que o custo de realizar uma contratação RPA é maior do que o pagamento de uma nota fiscal emitida pelo seu contratado. No entanto, se o influenciador fizer sentido para o seu negócio, não deixe que isso seja um impeditivo e programe-se antes de realizar as negociações.

4. Micro ou grandes influenciadores?

Para não realizar uma escolha que lhe trará mais custos do que resultados, pense no seu objetivo. Grandes influenciadores costumam chamar mais atenção pela quantidade de pessoas que conseguem mobilizar, no entanto, micro influenciadores costumam ter um engajamento mais intimista.

Não se deixe levar por números de seguidores, mas sim pelos resultados que esse influencer irá lhe entregar.

5. Cuidado com as praças

Nem sempre um influenciador irá se comunicar com as pessoas da cidade em que se encontra. Pergunte ao seu influenciador quais as principais cidades de seus seguidores para entender se anunciar com ele faz sentido.

Para empresas menores, anunciar com influenciadores que trarão pessoas de outras cidades ou que irão gerar uma demanda que você não consegue atender pode causar frustração entre esses consumidores, portanto pesquise muito bem antes de fechar seu contrato.

6. Fique atento ao comportamento anterior e posterior do seu influenciador

Hoje em dia, os influenciadores estão mais cientes de que suas redes sociais são suas marcas e, na maioria das vezes, tentam não se envolver em polêmicas que possam manchar sua imagem. Quando isso acontece, é comum dos seguidores cobrarem uma atitude dos patrocinadores daquele influenciador, perguntando se a atitude ou comentário condizem com os valores da sua marca.

Para não gerar nenhum tipo de crise, se o comportamento do seu influenciador não condiz com o que você prega como empresa, a melhor solução é encerrar o contrato. E, antes de fechar um contrato, faça uma busca no Google por polêmicas e nos últimos 6 meses de conteúdo daquele influenciador.

Se o diálogo mantido está de acordo com seus princípios, feche seu contrato com tranquilidade.

7. #Publi ou #Ad

É muito importante deixar bem claro na sua comunicação com o influenciador que ela se trata de uma propaganda. Publicidade velada não é ética e pode ser punida pelo Conar. Portanto, sempre garanta que uma dessas hashtags esteja inserida no fim do texto criado pelo seu influenciador.

8. Acesse o eBook Marketing de Influência: gerando vendas com influenciadores digitais

Gostou das dicas de Marketing de Influência? Então, agora, vá além! Para começar a colocar em prática a sua estratégia com influenciadores, acesse o eBook Marketing de Influência: gerando vendas com influenciadores digitais. Nele, você encontra as seguintes informações, em detalhes:

  • Contratar uma agência ou fazer tudo por conta;
  • Como escolher o influenciador;
  • Como montar um briefing;
  • Quem deve responder os comentários no post: empresa ou influenciador;
  • Princípios da empresa e princípios do influenciador;
  • Como continuar a conversa que o influenciador criou;
  • Como fazer o Marketing de Influência se transformar em vendas;
  • Como avaliar as métricas da campanha.

O material é gratuito! Para acessar, basta preencher os dados abaixo:

Fonte: Resultados Digitais

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.