O relatório da medida provisória que permite ao governo federal repassar até R$ 3,5 bilhões à Eletrobras como forma de reembolsar a estatal por despesas de suas distribuidoras de energia no passado será apresentado nesta terça-feira (6) pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM) à comissão mista que analisa a proposta (MP 879/2019). Em audiência pública nesta segunda-feira (5), o relator adiantou que não pretende atualizar pela taxa Selic os R$ 3,5 bilhões que serão reembolsados à Eletrobras. O objetivo é não onerar o consumidor, que tem sua tarifa energética atualizada acima da inflação. Confira os detalhes na reportagem de Marcella Cunha, da Rádio Senado.

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.