O Marvel Studios realizou nesta noite de sábado (20) um painel no Hall H da San Diego Comic-Con onde enfim divulgou o seu calendário de lançamentos para 2020 e 2021. Além de confirmar as séries que vem preparando para o Disney+, o serviço de streaming da Disney, o estúdio comandado por Kevin Feige revelou os próximos cinco filmes e os elencos por trás das produções que inauguram a “fase 4” do seu universo cinematográfico após a conclusão da “Infinity Saga” que ditou os primeiros 24 longas.

O primeiro projeto que o estúdio lança em 2020 é “Viúva Negra”, o aguardado filme solo da espiã russa vivida por Scarlett Johansson. Com estreia programada para o próximo dia 1° de maio, o longa será dirigido por Cate Shortland e mostrará o passado da heroína como agente da União Soviética, recontando inclusive as aventuras de Budapeste que já foram citadas previamente em outros filmes do Marvel Studios.

Além de Johansson, a produção conta com David Harbour, Florence Pugh, O-T Fagbenie e Rachel Weisz no elenco. Enquanto Pugh será uma espécie de figura fraterna da personagem, o grande vilão da vez de acordo com um trailer exibido com exclusividade no evento será o Treinador.

Junto de “Viúva Negra”, o outro lançamento do estúdio nos cinemas no próximo ano será “Eternos”, cuja estreia ficou para o dia 6 de novembro. Dirigido por Chloé Zhao, o filme conta com um elenco de peso para viver os personagens divinos do grupo, incluindo aí Angelina Jolie, Richard Madden, Brian Tyree Henry, Kumail Nanjiani, Don Lee e Lauren Ridloff. O Marvel Studios também confirmou que o projeto marcará a primeira participação de um herói com uma deficiência física na cronologia do seu universo.

Nas séries, a primeira e única do Marvel Studios a ser lançada no Disney+ no próximo ano é “Falcão e o Soldado Invernal”, que deve chegar no serviço no segundo semestre do ano. O estúdio voltou a confirmar a participação de Anthony Mackie e Sebastian Stan no projeto, além de divulgar o retorno de Daniel Brühl como o vilão Zemo.

Quem abre os trabalhos de 2021 nos cinemas é “Shang-Chi e a Lenda dos 10 Anéis”, que fará a estreia do herói chinês do título no Marvel Studios no dia 12 de fevereiro de 2021. Além de confirmar Destin Daniel Cretton como diretor do projeto, o estúdio anunciou que Simu Liu será o intérprete do protagonista, enquanto Tony Leung viverá a “real versão” do Mandarim nas telonas. A atriz e comediante Awkwafina também está no elenco.

Além de aparecer no palco do Hall H, Liu também foi ao Twitter retuitar um antigo post seu na plataforma onde pedia para o estúdio entrar em contato sobre o papel. “Muito obrigado por me retornar” escreveu o ator na rede social:

Ainda no primeiro semestre, o Disney+ ganhará duas séries novas. A primeira é “WandaVision”, que trará de volta Elizabeth Olsen e Paul Bettany como os heróis Feiticeira Escarlate e Visão. Embora o último personagem tenha morrido durante os eventos de “Vingadores: Guerra Infinita”, a história do projeto se passa após os acontecimentos de “Vingadores: Ultimato”. O elenco conta ainda com Teyonah Parris, que viverá uma versão adulta da Monica Rambeau que apareceu como uma criança em “Capitã Marvel”.

O outro seriado é “Loki”, uma espécie de derivado focado no vilão de Thor estrelado por Tom Hiddleston, mas que não será sobre a versão que o público conheceu o fim em “Guerra Infinita”. De acordo com Feige, a série acompanhará a versão do vilão que fugiu com o Tesseract durante as interferências de “Ultimato” na história do primeiro “Os Vingadores”, onde Loki ainda era um vilão e “não evoluiu” ou teve uma redenção heróica.

No dia 7 de maio de 2021, o Marvel Studios coloca nas telonas a continuação das aventuras do Doutor Estranho, intitulada “Doctor Strange in the Multiverse of Madness”. Além do retorno de Benedict Cumberbatch e Benedict Wong, o longa contará com Elizabeth Olsen no elenco e terá conexões diretas com “WandaVision”.

De volta à direção, Scott Derrickson também declarou que o projeto será o primeiro filme de horror do estúdio, mas Cumberbatch acrescentou que o tom de humor será mantido na produção.

Falando em debutes, o Marvel Studios lançará durante o verão americano no Disney+ a sua primeira série de animação. Intitulada “What If?” e inspirada no gibi de mesmo nome, o projeto será estrelado por Jeffrey Wright, que dublará a entidade cósmica intitulada Vigia e narrará diversas versões alternativas das histórias já contadas pela produtora nos cinemas. Inúmeros atores e atrizes que já participaram de filmes do Marvel Studios voltarão a dar voz a seus personagens nos episódios.

Já no segundo semestre de 2021, o Marvel Studios lançará uma “série evento” estrelada pelo Gavião Arqueiro, confirmando os rumores da produção que já circulam há meses na mídia. As informações foram bem poucas sobre o projeto, porém, apenas confirmando o retorno de Jeremy Renner ao papel e anunciando que a série terá a presença de Kate Bishop, personagem que é aprendiz do herói nos quadrinhos.

Fechando a programação do ano, o Marvel Studios lança no dia 5 de novembro de 2021 a quarta aventura de Thor. Com o nome “Thor: Love and Thunder”, o projeto terá o retorno de Taika Waititi na direção e de Chris Hemsworth e Tessa Thompson, mostrando a jornada para encontrar uma rainha para a Valquíria que se tornou rei de Asgard em “Ultimato”.

Mas a grande surpresa da noite foi que ninguém mais que Natalie Portman voltará à franquia para viver a Thor, versão do herói cuja identidade secreta é a Jane Foster que serviu de interesse romântico ao personagem nos dois primeiros episódios. A atriz havia se recusado a reprisar o papel em “Ragnarok” devido ao que na época creditou-se como “brigas internas” com estúdio, o que só aumentou o choque de seu retorno nas redes sociais.

Ainda que não tenha divulgado nenhum dos projetos que serão lançados a partir de 2022, Feige e o Marvel Studios confirmaram a produção de novas sequências para “Capitã Marvel”, “Pantera Negra” e “Guardiões da Galáxia”, além de um reboot de “Quarteto Fantástico”.

Para fechar a noite e a rodada de anúncios, Feige fez ainda uma última surpresa ao declarar ao mundo que Mahershala Ali será o intérprete de Blade na nova versão do herói pelas mãos da produtora.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.