Depois de passar pelos leitores portugueses, italianos, mexicanos e norte-americanos, ‘De mim já nem se lembra’ será publicado na Argentina

Luiz Ruffato | © Alexandre Lopes

Depois de participar de um projeto literário no México e ceder os direitos de uma de suas obras, Lo que nos une, Luiz Ruffato pode comemorar a internacionalização de mais um de seus livros. A obra De mim já nem se lembra (Companhia das Letras), que já atraiu leitores portugueses, italianos, mexicanos e norte-americanos, em breve chegará na Argentina pelas mãos da Portal Cultural, com tradução de Magdalena Gonzalez Almada. O livro conta a história de um rapaz que encontra uma caixa no quarto de sua falecida mãe com cartas escritas por seu irmão, vitimado por um acidente. As cinquenta cartas reconstituem um passado e registram também mudanças políticas, econômicas e culturais no período da ditadura militar brasileira. Ruffato já recebeu o prêmio Hermann Hesse, pelo conjunto de sua obra traduzida em alemão, e também é autor das obras Eles eram muitos cavalos, Estive em Lisboa e lembrei de você — adaptada para o cinema com o mesmo título; Inferno provisório — ganhadora dos prêmios APCA, Jabuti e Casa de las Américas (Cuba); Flores Artificiais; A história verdadeira do sapo Luiz; Lo que nos une e Verão tardio.

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.