Flip Slam vai reunir poetas de seis países, dentro da programação principal. Já o Slam da Língua Portuguesa terá microfone aberto ao público. Museu também apresenta mesa com o angolano Kalaf Epalanga.

O Museu da Língua Portuguesa também estará presente em Paraty e realiza o primeiro slam internacional da Flip nesta sexta (12), às 22h, no Auditório da Praça. A batalha de poesia falada Flip Slam, parte da programação principal do evento, vai reunir poetas de seis países e integra uma série de ações gratuitas que trazem o slam para o centro da programação da 17ª edição da Festa Literária. Também realizado pelo Museu, no sábado (13), às 18h, na Casa Globo (Casa da Cultura de Paraty), o Slam da Língua Portuguesa terá apresentações de artistas brasileiros e microfone aberto para participação do público. Na programação principal, o Museu apresenta, logo mais, às 20h30, no Auditório da Matriz, uma mesa literária com a participação do músico e escritor angolano Kalaf Epalanga e Gaël Faye. Em 2017 e 2018, a instituição realizou exposições, mesas e apresentações artísticas que fizeram parte da programação paralela à Flip, com o objetivo de celebrar o idioma; contribuir para a integração cultural entre países de língua portuguesa e manter a comunicação com o público durante a recuperação de sua sede, atingida por um incêndio em dezembro de 2015.

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.