A audiência foi solicitada pelo senador Paulo Paim (PT-RS). Representantes de entidades da imprensa foram convidadas para o evento. Ideia é falar sobre fake news

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) se reúne na quinta-feira (4) para debater sobre a influência das fake news na sociedade, com foco na liberdade de imprensa. A audiência foi solicitada pelo presidente da comissão, senador Paulo Paim (PT-RS).

Foram convidados para participar da reunião o diretor da Executiva da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) Antônio Paulo Santos; a diretora da Secretaria de Comunicação Social do Senado Federal, Angela Brandão; a representante do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Marina Pita; e a presidente do Conselho Diretor do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco. Também devem participar da reunião os representantes da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), do Intervozes, do Instituto Alana, da Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos (Abraji), do Repórteres sem Fronteiras, da organização Artigo 19, e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Campanha

O Senado lançou, recentemente, campanha de esclarecimento sobre fake news, que mostra ao cidadão como reconhecer uma notícia falsa sobre o Congresso e como impedir que ela se espalhe. Na ocasião, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre, destacou que a campanha é uma ferramenta a mais na gestão democrática.

Audiência pública foi pedida pelo presidente da comissão, Paulo Paim (Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado)

Leia também:

“Na guerra contra as notícias falsas, que são maldosamente criadas para confundir a opinião pública, o Senado está fazendo sua parte. Além de uma cobertura jornalística completa e imparcial, promove agora peças de utilidade pública, lembrando ao cidadão que ele conta com os veículos oficiais para acompanhar o que acontece na vida política brasileira e para não se deixar enganar”, pontuou Alcolumbre.

A audiência será às 14h, na sala 2 da Ala Nilo Coelho.

Fonte: Comunique-se

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.