Tarcísio Gomes de Freitas detalhou os principais projetos do governo para transferência de ferrovias, rodovias, portos e aeroportos à iniciativa privada

WhatsApp Image 2019 06 03 at 15.54.37

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (3), com cerca de 20 representantes de empresas espanholas. No evento “Diálogo Brasil-Espanha: oportunidades de investimentos na infraestrutura”, promovido pela Embaixada da Espanha por meio do ICEX España Exportación e Inversiones, Freitas teve a oportunidade de detalhar os principais projetos do Governo Federal em relação aos leilões e concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias.

“Nós tivemos uma manhã de trabalho extremamente produtiva. Isso mostra que o interesse no Brasil está em alta, está grande. Há uma crença muito grande no país e não poderia ser diferente. Temos o 6º maior mercado de aviação do mundo, mas que pode se tornar facilmente o 3º maior mercado de aviação”, afirmou.

Tarcísio Gomes de Freitas lembrou que a Espanha é o terceiro maior investidor no Brasil e destacou que a recente entrada de empresas espanholas – como a Air Europa, do grupo Globália, e a AENA -, no mercado de aviação brasileiro, mostra o acerto na medida de abrir o capital para empresas estrangeiras e nas concessões de ativos a estas empresas. “Estamos atingindo nosso objetivo que é o de fomentar a competição”, disse.

Além disso, o ministro destacou a aprovação, pelo Senado, do Marco Regulatório das Agências (PLS 52/2013), que sinaliza para o mercado o fortalecimento da regulação. “Se nós temos como estratégia a transferência maciça de ativos para a iniciativa privada, isso só será possível se houver esse fortalecimento da regulação. Então, esse marco regulatório das agências veio em boa hora”, avaliou.

Rodovias

Sobre as rodovias, o ministro revelou que, para esta terça-feira (4), está prevista a publicação de edital de leilão da BR-364/365, que vai ligar Jataí à Uberlândia, consideradas cidades importantes na rota do agronegócio, cujo leilão está programado para 18 de setembro.

Além disso, consultas públicas serão realizadas, nos próximos 30 dias, para discutir a concessão das BR-s 153 Goiás/Tocantins – que liga Anápolis (GO) a Aliança (TO); 163, no Pará (de Sinope a Miritituba); da BR-381 em Minas Gerais; e da BR-262, no Espírito Santo. “São 17 mil km de novas concessões de rodovias. Sabemos que é um desafio bastante grande, porém possível”, disse.

“O otimismo com o futuro do Brasil, com a infraestrutura, com o crescimento econômico é o que vai atrair os investidores para alavancar a economia do país”, concluiu o ministro.

Fotos: Alberto Ruy

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Fonte: Governo Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.