Marca visa ir além de ser um canal de TV focado em notícias. Antes de estrear na televisão brasileira, CNN Brasil já conta com perfis nas principais plataformas de redes sociais

Emissora hard news a ser distribuída em pacotes de televisão por assinatura do país a partir do segundo semestre de 2019. Essa foi a informação inicial referente à implementação da CNN Brasil. Nesta segunda-feira, 3, os responsáveis pelo futuro veículo de comunicação reforçam que o projeto vai além de ocupar espaço no line up das programadoras. Ter relevância multiplataforma é o objetivo central da marca, que acaba de criar contas em quatro redes sociais. São perfis no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

As contas nas quatro plataformas foram pensadas para manter seguir um padrão. No Twitter, o perfil oficial é @CNNBrasil. Nomenclatura que se repete no Instagram. Pelo Facebook, o nome utilizado segue o formato, mas em termos de URL, a nomenclatura aparece com caracteres apenas em minúsculo, @cnnbrasil. A mesma situação ocorre no LinkedIn. No ambiente voltado a questões corporativas, a futura emissora de TV também figura — em termos de links — como @cnnbrasil.

“Nosso modelo de produção já nasce com a cultura de multiplataforma. Uma equipe única, integrada e orientada a tratar a TV por assinatura e as mídias digitais com o mesmo nível de importância e com a mesma dedicação”, comenta o fundador e sócio-diretor geral da CNN Brasil, Douglas Tavolaro. “Teremos a qualidade e a credibilidade de nossos produtos em formatos que respeitarão a linguagem de cada plataforma”, complementa o executivo, que é jornalista por formação e está à frente da empreitada ao lado do empresário Rubens Menin.

Atuação no digital

Os perfis da CNN Brasil nas redes sociais já estreiam com certificados de autenticação. Assim, evita-se a dúvida por parte de internautas enquanto a validade do conteúdo divulgado e, consequentemente, inibe a proliferação de contas falsas. Segundo os responsáveis pela iniciativa, os endereços da marca nas mídias virtuais contarão com produção de conteúdo exclusivo e customizado para cada plataforma. Num primeiro momento, as postagens serão referentes ao processo de implementação da empresa de comunicação no país.

A presença da CNN Brasil nas plataformas digitais não ficará restrita aos perfis no Instagram, Twitter, LinkedIn e Facebook. Os responsáveis pelo projeto estão trabalhando no desenvolvimento de canal no YouTube. Pelo ambiente de vídeos mantido pelo Google, a marca contará com materiais inéditos — além dos conteúdos a serem replicados (e adaptados) da televisão. O canal no YouTube deverá ser lançado ao decorrer dos próximos meses para ressaltar o olhar multiplataforma do projeto que rege as estratégias por trás da CNN Brasil.

Leia mais – CNN Brasil:

Fonte: Comunique-se

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.