Rodrigo Maia reafirma intenção de votar reforma da Previdência até o fim do primeiro semestre

O cronograma de votação, segundo o presidente da Câmara, está sendo construído em conjunto com o governo e os partidos que apoiam a proposta

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Maia quer ajustar com o relator texto cuja aprovação seja viável

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, reafirmou que espera votar a reforma da Previdência (PEC 6/19) até o final do primeiro semestre. Segundo ele, o cronograma de votação está sendo construído em conjunto com o governo e os partidos que apoiam a proposta. Maia participou nesta sexta-feira (31) da convenção nacional do PSDB. O partido fechou questão em relação à reforma.

“Os partidos mais liberais estão todos caminhando nessa linha, e o fechamento de questão do PSDB é uma sinalização decisiva para que a gente coloque a reforma nos trilhos logo e vote na comissão especial e tenha os votos para aprovar até o final do primeiro semestre (no Plenário)”, disse.

Entenda a tramitação da reforma da Previdência 

Maia também comentou o texto alternativo à reforma da Previdência apresentado pelo deputado João Maia (PL-RN), por meio de emenda.  Para o presidente da Câmara, é importante saber quais os pontos de divergência e de convergência com o texto original, encaminhado pelo Executivo, para facilitar a aprovação da proposta tanto na comissão, como no Plenário.

“Assim, vamos ajustar com o relator com mais tranquilidade um texto que seja viável de ser aprovado”, reforçou.
Ontem, o relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou que vai tentar antecipar a apresentação de seu parecer, mas o prazo final é 15 de junho. Moreira terá de analisar 277 emendas apresentadas à proposta.

Fonte: Câmara dos Deputados

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.