Chico é o primeiro músico a ser eleito pelo prêmio e leva para casa € 100 mil (aproximadamente R$ 452 mil)

Chico Buarque | © Divulgação

O compositor Chico Buarque foi o vencedor da 31ª edição do Prêmio Camões de literatura. O anúncio foi feito na sede da Biblioteca Nacional, no Rio, pela presidente da instituição, Helena Severo, após quase duas horas de reunião do corpo de jurados. Chico, primeiro músico a ser eleito pelo prêmio literário, vai receber € 100 mil (aproximadamente R$ 452 mil), uma premiação oferecida pelos ministérios da Cultura de Portugal e do Brasil. O Prêmio Camões de Literatura foi instituído em 1988 com o objetivo de consagrar um autor de língua portuguesa que, pelo conjunto de sua obra, tenha contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural de nossa língua comum. Em nota, o júri justificou a escolha de Chico por conta de sua “contribuição para a formação cultural de diferentes gerações em todos os países onde se fala a língua portuguesa”. João Cabral de Melo Neto foi o primeiro brasileiro a ganhar o prêmio em 1990, seguido por Raquel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Cândido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012), Alberto da Costa e Silva (2014) e Raduan Nassar (2016).

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.