Editora abre suas portas para o público neste sábado e além de oferecer livros com desconto, programação contará com mesas com autores e tradutores da casa. Além disso, Estação Liberdade adiantou o que está no seu prelo.

Em 2019, a Editora Estação Liberdade chega a seu trigésimo ano de atividades no mercado editorial brasileiro. A editora surgiu a partir do Círculo do Livro, inicialmente um selo literário do grupo Ática-Scipione que se tornou independente. Já o catálogo da casa contempla livros de ficção e não ficção de autores e autoras de cerca de 30 nacionalidades, compondo um panorama das letras pelo mundo e refletindo uma visão cosmopolita e de confluência de culturas, destacando na prática que quanto mais diversificado melhor fica.

Entre os títulos da Estação Liberdade está a coleção Figuras do Saber, com monografias dedicadas a importantes nomes da filosofia e das ciências, e que neste ano chega aos 40 títulos. No prelo da editora estão títulos como Justiça e A suspeita, do iconoclasta Friedrich Dürrenmatt; e Divã ocidento-oriental, de Johann Wolfgang von Goethe, que chega justamente nos 200 anos de sua publicação original. O autor Antonio Tabucchi também se juntou ao catálogo da editora que começará publicando a obra Para Isabel.

No eixo da não ficção a editora prepara: A Grande Regressão, programado para junho, com textos de pensadores referenciais como Bruno Latour, Nancy Fraser e Slavoj Zizek e complemento brasileiro assinado por Renato Janine Ribeiro; e O sangue de Emmett Till, livro-reportagem de Tymothy B. Tyson sobre o linchamento que foi um dos estopins do movimento dos direitos civis nos Estados Unidos e fez com que o caso fosse reaberto.

Para comemorar seu aniversário, a editora deu início a uma série de eventos que se estenderão até dezembro. Nesse sábado (18), a Estação Liberdade (Rua Dona Elisa, 166, Barra Funda – São Paulo / SP) abre suas portas para o público a partir das 13h e na programação, mesas de debates que reunirão autores e tradutores da casa. A primeira delas, Tradução e intercâmbio cultural terá a presença de Leila de Aguiar Costa, Lica Hashimoto e Yun Jung Im. Já às 15h acontece a mesa Leituras, lugares, Borges e um pouco de Camus, com Júlio Pimentel e Manuel da Costa Pinto. Clique no Leia Mais para saber detalhes do prelo da editora.

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.