Objetivo do jornal é refletir sobre a questão social. Editada pela jornalista Paula Cesarino Costa, ‘Diversidade’ estreia na Folha de S. Paulo no domingo, 5

“Refletir sobre a variedade da vida social no país e o dia a dia na redação”. É com esse propósito que a Folha de S. Paulo apresentará a partir de domingo, 5, novidade em seu conteúdo. A data marcará a estreia de mais uma editoria do jornal paulistano. ‘Diversidade’ chegará às bancas — e também ao site da marca — e terá como editora Paula Cesarino Costa. Com a função, ela deixa o cargo de ombudsman.

“A intenção é trabalhar de modo transversal na redação, atuando na discussão de pautas, na diversidade de enfoques, buscando ampliar as fontes ouvidas”, diz a futura editora de ‘Diversidade’. A declaração foi dada à equipe de reportagem da própria Folha de S. Paulo.

Nova ombudsman

A mudança de trabalho envolvendo a relação de Paula Cesarino Costa com a empresa de comunicação não resultará na descontinuação da figura de ombudsman. A direção do jornal informou nesta semana que o posto seguirá ativo. E mais uma vez com uma jornalista mulher no comando. A partir de 12 de maio, a coluna de ombudsman passará a ser assinada por Flavia Lima. Aos 44 anos, ela está na Folha de S. Paulo desde 2018 e vinha atuado no ‘Mercado’, caderno voltado a pautas sobre economia e negócios.

Leia mais – ‘Pautas & Notas’:

Fonte: Comunique-se

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.