Acusação contra a escritora brasileira Cristiane Serruya foi feita na última semana pela autora norte-americana, Nora Roberts

Na última semana o PublishNews noticiou em primeiríssima mão que a escritora Nora Roberts entrou com uma ação de indenização na Justiça brasileira contra a escritora Cristiane Serruya (na foto ao lado) por “multiplágio”. Ontem, a Justiça determinou a suspensão da venda de seus livros, e-books e audiobooks. A liminar também obriga que os royalties obtidos pela brasileira com vendas recentes sejam bloqueados e as livrarias que fazem a venda on-line dessas obras também devem conter o aviso “suspensa a venda por ordem judicial”. Nora identificou a reprodução de vários trechos de obras literárias de sua autoria em livros de Serruya, em especial dos títulos Royal love, Royal affair, Unbroken love, Hot winter, Forevermore e Baroness’s diary e além dela, cerca de outros 40 autores também denunciaram a brasileira pela cópia de trechos de 93 livros, segundo uma lista do site Caffeinated Fae. À Folha, Serruya disse que “estão pinçando” de seus livros “frases soltas, comuns” e que vai “responder às acusações no foro correto, que é o da Justiça”, completou.

Fonte: Publish News

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.