Waldemir Barreto/Agência Senado

Um pedido de vista adiou a votação do parecer de Flávio Bolsonaro (D) para esta quinta

A comissão mista que analisa a medida provisória que divide as atribuições da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para criar a NAV Brasil (MP 866/18) adiou para a próxima terça-feira (16) a votação do relatório apresentado pelo senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

A NAV Brasil será criada sob a forma de sociedade anônima, com personalidade jurídica de direito privado e patrimônio próprio. O objetivo da empresa é implementar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infraestrutura aeronáutica destinada à prestação de serviços de navegação aérea.

A NAV Brasil ficará vinculada ao Ministério da Defesa, por meio do Comando da Aeronáutica, e terá sede no Rio e Janeiro.

Treze das 15 emendas apresentadas foram rejeitadas pelo relator e duas foram acatadas parcialmente. Uma delas muda a redação para deixar claro que a NAV Brasil atuará de forma complementar à manutenção da soberania sobre o espaço aéreo brasileiro. A outra emenda elimina a previsão de usar o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para reajustar as tarifas de navegação aérea. 

A reunião será realizada às 9 horas, no plenário 13 da ala Alexandre Costa, no Senado.

A votação poderá ser acompanhada ao vivo pela internet. Quem quiser, poderá ainda enviar perguntas, críticas e sugestões aos parlamentares. Clique aqui e participe.

Saiba mais sobre a tramitação de MPs

Fonte: Câmara dos Deputados

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.