No “escândalo do dia envolvendo o Facebook” de hoje, a empresa admitiu que expôs as senhas de milhões de usuários aos funcionários da companhia. A falha teria acontecido porque a empresa armazenou essas senhas em seus servidores no formato de textos simples, e não criptografados.

A confirmação veio por meio de um post no blog da empresa. O número de senhas vazadas varia entre 200 milhões a 600 milhões, incluindo usuários do Instagram que também foram afetados.

Ainda de acordo com o Facebook, eles resolveram o problema em janeiro deste ano, e começará a notificar os usuários que foram atingidos, assim como aconteceu no caso Cambridge Analytica. O problema, no entanto, pode ter corrido desde 2012.

O vazamento foi descoberto em uma investigação interna do Facebook, mas só se tornou pública mesmo depois que o pesquisador de segurança independente Brian Krebs publicou sobre o assunto há poucos dias.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.