A Rádio Senado comunica, com profundo pesar, a morte da jornalista Larissa Bortoni na manhã desta segunda-feira (4). Larrisa tinha 50 anos de idade e foi vítima de mal súbito em casa. Formada em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB), a jornalista trabalhava no Senado Federal desde 1998, onde ingressou por concurso público.

Larissa Bortoni atuou a maior parte do tempo na Rádio Senado, onde fazia a cobertura jornalística diária das atividades legislativas e produzia reportagens especiais – várias delas reconhecidas em premiações nacionais. Uma das características da repórter era dar voz às pessoas que não costumam ser ouvidas.

Colega atenciosa, amiga e com um coração imenso, Larissa deixa dois filhos, Lucas e André. Como fará falta essa moça!

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.