Estudos preliminares do Ministério da Agricultura já sinalizam que a próxima safra será mais produtiva que a deste ano. Os dados disponíveis apontam para valor bruto da produção (VBP) de R$ 584,6 bilhões para as principais lavouras e pecuária. Esse montante supera em 1,9% em termos reais o de 2018, que deve fechar o ano próximo de R$ 573,87 bilhões.

Os produtos que lideram a produção deste ano foram soja, cana-de-açúcar, milho, algodão herbáceo e café, que geraram 80% do valor das lavouras. Nesse grupo, a soja se destacou com o maior valor gerado, de R$ 143,5 bilhões em 2018.

Entre os estados pesquisados, a liderança do VBP é do Mato Grosso, seguida por São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, que produziram 59,7% do valor total da agropecuária.

Café

Já a produção de café registrou recorde na safra de 2018 com 61,7 milhões de sacas beneficiadas, com crescimento de 37% em relação ao ano anterior. É a maior colheita registrada na série histórica do grão, superando em cerca de 10 milhões de sacas o melhor desempenho já registrado, em 2016. O dado consta do 4º Levantamento da Safra 2018, divulgado nesta terça-feira (18), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O bom resultado deve-se às condições climáticas favoráveis, proporcionando boas floradas, à melhoria do pacote tecnológico, com o uso de variedades mais produtivas, como as plantas clonais em Rondônia e Mato Grosso, além da bienalidade positiva, sobretudo em lavouras da espécie arábica.

Fonte: Ministério da Agricultura

Fonte: Governo Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.