Empossada nesta semana, a secretária nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Petrúcia de Melo Andrade, destacou as prioridades do órgão: prevenção à violência autoinfligida e desdobramentos (automutilação e suicídio), violência sexual contra crianças e adolescentes e na prevenção da gravidez não intencional, “incluindo o pai adolescente, porque a menina não engravida sozinha”.

A representante do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) ressalta que é necessário ter um olhar especial para as políticas públicas que visem ao fortalecimento dos Conselhos de Direitos de Crianças e Adolescentes, além de continuar com a política de equipagem de Conselhos Tutelares. “Também vamos focar no fortalecimento das políticas de promoção e defesa de direitos fazendo interlocução com órgãos afins e instituições parceiras”, afirma Petrúcia.

Currículo

Petrúcia de Melo Andrade é psicóloga com especialização em Criminologia e Violência Urbana. Atuou na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e na Secretaria Municipal de Direitos e Cidadania, em Contagem (MG). Foi consultora de políticas públicas em Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Tem experiência em gestão pública e é professora de Psicologia Aplicada e Ética Profissional.

Fonte: MMFDH



Fonte: Governo Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.