Na comparação com 2017, o terminal de Viracopos teve a maior nota de satisfação geral, na opinião dos passageiros. Entre as empresas aéreas, a Azul Linhas Aéreas foi a grande vencedora desta edição

Os aeroportos internacionais de Manaus (AM), Viracopos (SP) e Brasília (DF) foram eleitos, pelos entrevistados, os melhores terminais do Brasil. Com base nos resultados consolidados da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, em 2018, os três aeroportos receberam o prêmio de Aeroporto + Brasil 2019, que condecorou o melhor terminal nas três categorias: até 5 milhões passageiros, de 5 a 15 milhões e acima de 15 milhões, respectivamente. A cerimônia de entrega dos troféus foi realizada, nesta quarta-feira (13), na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Entre os terminais que processam até 5 milhões de passageiros por ano, o Aeroporto de Manaus também recebeu o troféu de Controle Aduaneiro + Eficiente e de Controle Migratório + Eficiente. Maceió foi considerado o Raio-X + Eficiente e Aeroporto com + Serviços ao Passageiro. Na categoria entre 5 e 15 milhões, além do prêmio de melhor aeroporto, Viracopos ganhou o troféu de Raio-X + Eficiente e de Controle Migratório + Eficiente. O terminal de Curitiba ficou com o Controle Aduaneiro + Eficiente e o Aeroporto com + Serviços ao Passageiro. Acima de 15 milhões, Galeão se destacou em três quesitos: Raio-x + Eficiente, Controle Migratório + Eficiente e Aeroporto com + Serviços ao Passageiro. Guarulhos recebeu o troféu de Controle Aduaneiro + Eficiente.

Entre as companhias aéreas, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras foi a grande vencedora desta edição, ganhando os prêmio de Check-in + Eficiente e de Restituição de Bagagem + Eficiente.

Para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a premiação tem reconhecido a importância e a qualidade dos serviços oferecidos pelos aeroportos brasileiros. “Queremos estimular os operadores aeroportuários a prestar o melhor serviço, além de oferecer transparência na situação dos terminais do país”, avaliou o ministro.

O Prêmio Aeroportos + Brasil é um evento anual e a premiação é feita com base na consolidação das quatro rodadas trimestrais da pesquisa, utilizando as entrevistas realizadas pela Praxian – Business & Marketing, que tem nível de confiança de 95% e margem de erro de 5%. A escolha dos vencedores foi apontada pelos próprios passageiros de voos domésticos e internacionais, com base em mais de 81 mil entrevistas realizadas em 2018.

Nesta edição, o Ministério da Infraestrutura premiou os aeroportos, as companhias aéreas e órgãos públicos, totalizando sete categorias. De acordo com o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, a mudança foi para dar o devido reconhecimento ao trabalho feito pelos agentes públicos dentro dos aeroportos.

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2018 – Na comparação entre os anos de 2017 e 2018, o terminal de Viracopos teve a maior nota de satisfação geral (4,71) entre os 20 aeroportos avaliados pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC). O segundo melhor foi Curitiba (4,70), seguido por Confins (4,61), que teve uma variação positiva de 3,3% na comparação.

01 50 Premio Aeroportos Brasil Portal 2 Prancheta 1

Entre os aeroportos recém-incorporados na Pesquisa – Belém, Florianópolis, Goiânia, Maceió e Vitória – apenas o terminal catarinense ficou com nota 3,76, nota abaixo da meta estabelecida pela Conaero (Comissão Nacional das Autoridades Aeroportuárias). As notas da pesquisa variam numa escala de 1 a 5, sendo 1 “muito ruim” e 5 “muito bom”.

Já o aeroporto que mais evoluiu, em relação a si mesmo, foi Salvador (9,5%), passando de 3,88, em 2017, para 4,25, em 2018. Congonhas registrou uma melhoria de 4,6% e Galeão 3,5%, no comparativo entre os dois anos.

Em relação aos agrupamentos, o transporte público registrou um aumento de 7,6% na comparação com 2017, ficando com nota 4,31, na média anual dos 20 aeroportos. Os indicadores referentes às companhias aéreas tiveram aumento de 2,2% e os órgãos públicos de 0,6% relação ao ano anterior. A parte que trata da infraestrutura aeroportuária manteve estável, com nota 4,29, e o agrupamento que trata das facilidades ao passageiro registrou nota 3,47.

Foto (capa): Edsom Leite/MInfra

Assessoria de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Fonte: Governo Federal

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.