Brasília – O Conselho Federal da OAB conseguiu, junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), aumentar o tamanho de documentos, imagens, vídeos e áudios que os profissionais da advocacia podem enviar no âmbito de seus processos. 

Desta forma, advogadas e advogados que atuam nos 14 estados sob jurisdição do tribunal terão um leque de atuação ainda maior em seus respectivos processos, dada a importância da utilização de arquivos com boa qualidade.

Para o presidente nacional na OAB, Claudio Lamachia, é dever institucional da Ordem buscar formas de facilitar e ampliar a atuação da advocacia. “Antes, com os tamanhos reduzidos, o trabalho das advogadas e dos advogados ficava de certa forma limitado no tribunal. As expansões autorizadas pelo TRF-1 após atuação da OAB, sem dúvidas, facilitarão a rotina dos colegas que ali atuam”, apontou.

Mudanças

Documentos em formato pdf e imagem nas extensões jpeg e png agora podem ter tamanho máximo de 10MB. Já os arquivos de áudio (extensões mp3, mp4, mpeg, ogg e vorbis) podem ter até 20MB, enquanto os arquivos de vídeo (extensões mp4, mov [QuickTime], mpeg, wmv e asf).

Fonte: OAB

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.