Foto: Jefferson Rudy/Agência – CC BY-SA 2.0 – Fernando Scherer (foto) é uma das celebridades que não dispensam o poker

Cartas, feltro, river, fold e tantas outras palavras e expressões. A linguagem do poker já está ficando muito conhecida no Brasil e o país é um dos maiores do mundo em termos de resultado e nível dos eventos.

O poker demanda dos seus praticantes altas doses de raciocínio e estratégia, motivo pelo qual se tornou muito convidativo para pessoas de todas as idades e gêneros.

Hoje em dia, além das centenas de atletas profissionais e milhões de praticantes casuais, a popularidade desse esporte da mente também chegou em algumas das principais personalidades brasileiras.

A presença dessas celebridades que praticam poker é tão grande que o maior circuito do país, o Campeonato Brasileiro de Poker (também conhecido como BSOP), passou a contar com um espaço exclusivo dedicado para os famosos.

Todos os anos é disputado o BSOP Millions, evento que marca o fechamento da temporada brasileira do poker e costuma decidir o grande campeão do ano. Mais de 2 mil competidores se reúnem por lá e por toda sua importância, ela é amplamente reconhecida como a maior competição da América Latina.

Junto ao BSOP Millions, já está virando tradição o “Desafio das Estrelas”. Dessa maneira, a organização do circuito convida algumas celebridades do entretenimento brasileiro que gostam de praticar o poker. Os famosos então disputam entre si em um clima sadio e descontraído, mas também com muita competitividade.

Sediado em São Paulo, o Desafio das Estrelas desse ano (disputado em novembro) contou com celebridades de diferentes áreas, como Andreas Kisser (músico), Henrique Fogaça (chef de cozinha), Serginho Groisman (apresentador), Moisés (jogador de futebol), Marcius Melhem (ator), Murilo Couto (humorista), Fernando Scherer (ex-nadador olímpico), Cauê Moura (influenciador digital) e vários outros.

Foto: Circuito Fora do Eixo – CC-BY-SA-2.0 – Groisman já é regular em participações no Desafio das Estrelas

A competição foi mais uma vez um sucesso e o Procurador de Justiça Carlos Buono conquistou a primeira colocação no evento. Na mesa final, ele derrotou Vanderlei Luxemburgo (treinador de futebol), que adora o poker e costuma praticar nas horas vagas.

Como resultado do título, Buono ganhou um pacote completo para acompanhar de perto uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Poker 2019, cinco noites no Wynn Las Vegas Resort e Cassino e outros prêmios interessantes.

A conquista não foi surpresa para Buono, que pratica o esporte das cartas há anos. “Antes do poker se tornar febre aqui no país, a gente já brincava. Na época, comecei junto com personalidades como Igor Trafane e Andre Akkari. Eles realizam torneios para diversão”, disse o campeão.

A mesa final, que foi composta por nove competidores, também contou com Fabio Luciano (3°), Francisco Buonerba (4°), Andrea Musikman (5°), Mario Casanova (6°), Sérgio Athayde (7°), Julio Gomes (8°) e Moisés (9°).

No ano passado, o Desafio Das Estrelas foi conquistado por Ademir Jr., filho do lendário ídolo do Palmeiras Ademir da Guia. Outros famosos como Luxemburgo, Thiago Camilo e Groisman também estiveram na disputa.

Além dos que neste ano ficaram entre os primeiros colocados, vale mencionar a participação de Melhem. Muitos famosos praticam no mesmo nível que os iniciantes no poker, mas alguns conseguem se destacar no nível profissional. É o caso desse ator global, que já chegou até mesmo a participar de uma etapa do Campeonato Brasileiro e de alguns torneios no Rio de Janeiro.

“No Rio de Janeiro, tenho um home game de 5 Card Draw com alguns amigos, que já dura quase 20 anos. E alguns anos atrás conheci e comecei a jogar um pouco de Texas Hold’em, sempre acompanho as transmissões (da ESPN) e também já joguei alguns torneios menores”, afirma Melhem.

Moisés, 9° no Desafio nas Estrelas, é outro com experiência em torneios profissionais. Nesse ano, o meio-campista do Palmeiras chegou a ficar com a vice-colocação de um torneio válido pelo Circuito Paulista de Hold’em (CPH). Com o feito, o jogador se tornou muito conhecido nesse esporte não só por ser famoso, mas também pela sua habilidade nas cartas.

“Foi bastante gratificante pra mim, é como se eu fosse campeão. Uma emoção muito grande. Aprendi bastante e é gostoso isso”, afirmou o meio-campista após o evento.

Há muitas celebridades brasileiras que não estiveram no BSOP Millions e que são adeptas ao poker. Um caso muito notável é o do atacante Neymar. A paixão do jogador pela modalidade é muito grande, ele atua nas horas vagas e chega até mesmo a praticar em competições oficiais.

Neymar, que em 2018 foi eleito o quinto melhor do mundo nos campos, também brilhou nas mesas de uma etapa do Campeonato Brasileiro de Poker disputada em julho. Em um evento que contou com 288 participantes, o atacante conseguiu terminar com a impressionante sexta colocação.

A boa posição de Neymar em nível profissional o credenciou como uma das melhores celebridades do mundo no assunto. “Estou muito contente e consequentemente feliz de estar participando pela primeira vez e já pegar uma mesa final com grandes competidores, para mim é algo realmente novo”, afirmou o brasileiro após conquistar a sexta colocação. “Estou muito feliz de poder compartilhar isso, desejo sorte a todos os competidores e espero que eu possa ir mais longe ainda.”

Já outros boleiros que não estiveram no Desafio das Estrelas como Michel Bastos, Hugo Cabral e Valdívia são alguns que fazem parte da lista dos jogadores de futebol que gostam de poker.

Com a consolidação cada vez maior do Desafio das Estrelas (existente desde 2012) e celebridades atuando até mesmo em nível profissional, o poker segue como um grande hobby dos famosos e essa é uma tendência que não deve mudar tão cedo. Para 2019, a expectativa é que haja outras histórias como a de Neymar nos feltros brasileiros.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.