O RD Summit é o maior evento de Marketing Digital e Vendas da América Latina. Por isso, sempre trazemos os palestrantes mais relevantes da área de negócios. É importante que sejam líderes no que fazem, podendo apontar caminhos para os participantes seguirem.

Assim, sem dúvidas, eles o fizeram. E não o fizeram apenas nos palcos, mas também nas entrevistas que deram para nós, ao vivo, na cobertura do RD Summit Live Show.

Muita gente legal passou pelo nosso estúdio! Nós reunimos algumas dessas pessoas em um vídeo com 7 tendências de Marketing Digital para 2019. Neste post, ainda resumimos um pouquinho do que elas falaram e incluímos as entrevistas completas!

Então, antes de mais nada, assista ao vídeo acima! Depois, continue lendo o post e tenha acesso às conversas, nas quais os palestrantes comentam, em profundidade, o que vem por aí.

Marcos Piangers – Comportamento humano

Embora muita gente conheça Marcos Piangers por seus livros sobre paternidade, ele também se interessa muito por inovação. Ele é um grande entusiasmado pelo futuro, em resumo. Piangers falou muito sobre nossa relação com as máquinas, deixando um recado importante que pode diferenciar nós, os humanos, delas:

O problema é que a gente, nesse deslumbre com a tecnologia, esquece de investir um pouquinho — não precisa ser muito — na nossa própria humanidade, na nossa capacidade de sentir.

 

Rafael Rez – Produção de conteúdo

Rafael Rez é fundador da Nova Escola do Marketing e um dos maiores especialistas de Marketing de Conteúdo do Brasil. Isso não o impediu de buscar conhecimento em outros campos, como a educação. Estar sempre aprendendo, aliás, é uma característica muito comum em quem é bom em ensinar. Veja o que ele vê para o futuro do conteúdo:

Quando você usa isso no conteúdo, entende onde a pessoa está e aonde ela quer chegar, isso cria uma projeção e essa projeção gera uma emoção muito forte. E é essa emoção que cria o gancho para você depois vender a sua solução ou o seu produto.

 

Rodrigo Noll – Marketing de indicação

Em seu trabalho como head de growth da Dotz e em toda sua carreira, Rodrigo Noll procurou implementar estratégias disruptivas de negócios. Sua principal especialidade é o Referral Marketing, ou Marketing de Indicação, que foi o tema de sua palestra e do papo no RD Summit Live Show. Olha só esse toque:

Indicar é um ato natural do ser humano, todo mundo já indicou alguma coisa para alguém. Para uma vaga de empresa, uma série do Netflix, que seja, o que a gente não pode deixar é que isso fique desestruturado.

 

Vitor Peçanha – Produção de conteúdo

Fundador da Rock Content, Vitor Peçanha dedicou sua palestra a mostrar que precisamos contar histórias melhores, usando a psicologia, para vendermos mais. A estratégia de Marketing de Conteúdo da sua empresa leva isso em consideração? Olha essa dica do Peçanha:

A gente tem um problema que se chama falácia de conjunção. Se você conta uma boa história, as pessoas tendem a acreditar que algo muito pouco provável tem mais chance de acontecer que algo provável, mas que não está inserido numa história bem contada.

 

Gabriela Szprinc –  Expansão de mercados

Gabriela Szprinc lidera a área de PMEs da PayPal no Brasil. Ela é a executiva responsável pelo planejamento da estratégia que visa aumentar a presença no segmento, fundamental para ampliar a participação da companhia no e-commerce local. E você, queria vender para o exterior, mas acha difícil? Veja o que Gabriela tem a dizer:

Tem cliente vendendo de tudo lá fora: brigadeiro para os Estados Unidos, artesanato, perfumaria… O Brasil é muito rico numa série de produtos e serviços, e o pessoal está louco para comprar!

 

Ricardo Amorim – Transformação digital

Você provavelmente já viu algum vídeo com uma análise econômica do Ricardo Amorim circulando pelas redes sociais. Além de ser um dos comentarista mais populares do Brasil, Amorim presta assessoria econômica-financeira de grandes empresas e é um dos apresentadores do programa Manhattan Connection, da Globo News. Ele está empolgado com o que 2019 deve trazer:

A transformação digital está se acelerando e eu estou absolutamente convencido de que ela vai se acelerar muito mais. Quem acha que as coisas mudaram muito nos últimos anos, prepare-se: os próximos anos vão fazer parecer que nos últimos não estava acontecendo nada!

 

Camilo Coutinho – Produção de vídeos

Já que fizemos um vídeo com tendências de Marketing Digital, nada melhor que incluir um super especialista em vídeos! Camilo Coutinho é referência nesse tipo de mídia, que certamente continuará crescendo em 2019. Na entrevista, ele contou um pouco do que tem visto em conferências estrangeiras:

As tendências que a gente vê: conteúdo vertical vem muito forte; otimização já não é mais “se eu vou fazer”, é “por que eu não estou fazendo”; pensar muito mais nas pessoas do que no algoritmo e pensar no conteúdo que você cria.

 

BÔNUS: Mais tendências de Marketing Digital na Semana do Futuro do Marketing

Se você gostou das dicas desses especialistas, que tal ir além e se inscrever na Semana do Futuro do Marketing? Vamos falar muito sobre tendências de Marketing Digital neste mês de dezembro! Confira a programação completa:

  • Segunda-feira, dia 10, às 10h – Como as novas tecnologias estão impactando o marketing, com André Siqueira e Edney Interney Souza
  • Terça-feira, dia 11, às 10h – O profissional de marketing do futuro: quais habilidades estarão em alta, com Rosana Amaral e Liliane Ferrari
  • Quarta-feira, dia 12, às 10h – Personalização e o Futuro do Marketing, com Isabela Ventura e Edson Ferrão
  • Quinta-feira, dia 13, às 17h – Proteção de dados: mensuração vs. privacidade, uma questão ética e tecnológica, com Renato Leite e Fernanda Nones
  • Sexta-feira, dia 14, às 10h –  Tendências do marketing de conteúdo para 2019, com Maria Chizhikova, Rafael Rez e Flaubi Farias

Preencha os dados abaixo para poder assistir, gratuitamente, a esses 5 webinars com grandes nomes do mercado!

Marcadores:

Fonte: Resultados Digitais

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.