Maia afirma que é importante votar reformas para que estado brasileiro não seja inviabilizado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu novamente, nesta terça-feira, a necessidade de aprovação da reforma da Previdência.“As reformas são decisivas para esse novo ciclo da política que saiu das urnas. Talvez, a gente possa abrir um novo ciclo para o estado brasileiro que não puxe tanto do cidadão e devolva tão pouco. E que a previdência não seja uma previdência que beneficia os que ganham mais em detrimento dos que ganham menos”, afirmou Maia.

Segundo o presidente, não é uma tarefa fácil aprovar a proposta encaminhada pelo governo Temer. O mais provável é que o tema entre na pauta do governo Bolsonaro.“Hoje, alguns membros do novo governo já disseram isso [da dificuldade de votar a previdência neste ano]. Não me parece uma tarefa simples para esse momento, mas a política precisa entender que há uma urgência, porque precisamos organizar as despesas públicas”, ponderou Maia.

 A Constituição veda que propostas de emenda à Constituição sejam votadas pelo Plenário durante a vigência de intervenção federal. E a intervenção na segurança pública no Rio de Janeiro deve vigorar até o dia 31 de dezembro.

Maia é contrário à continuidade da intervenção. Segundo ele, a ação foi importante para ajudar a reorganizar a estrutura da secretaria da segurança pública do estado e a integrar as forças de segurança nos níveis federal e estadual.

Fonte: Câmara dos Deputados

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.