A vida de influencer digital parece fácil, mas às vezes envolve algumas questões jurídicas um pouco delicadas como envolvimento profissional com algumas das principais redes sociais. Tanto que hoje (1) o Instagram abriu um processo contra um instagrammer norte-americano porque ele em teoria teria parado de divulgar a sua plataforma e quebrado um acordo milionário firmado com a empresa possuída por Mark Zuckerberg para… fazer propaganda pro Snapchat.

De acordo com o pedido submetido pela PR Consulting, o influencer Luka Sabbat tinha um conjunto de deveres negociado com o Instagram que incluía a criação de “conteúdo original de pelo menos quatro posts diferenciados [uma foto e três Stories]” para a plataforma. O problema é que Sabbat no fim de setembro resolveu fechar um acordo com o Snapchat para promover o Spectaclesos óculos criados pela empresa para filmar tudo sobre sua perspectiva – durante a Fashion Week de Nova York, Milão e Paris, e por conta disso ele só teria feito dois posts na rede social do Facebook.

De acordo com o TechCrunch, o processo aberto em Manhattan não inclui o Snapchat como parte acusada, mas envolve uma grana alta para Sabbat. Tendo sido acordado que o instagrammer receberia 45 mil dólares pela promessa de postagem e mais 15 mil quando o trabalho fosse realizado, ele agora é processado em 90 mil dólares por ter quebrado o contrato – metade sendo o retorno do dinheiro transferido, a outra por “danos”.

Ao que tudo indica, o futuro será mesmo dos influencers patrocinados por redes sociais.

Fonte: B9

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.