Brasília – Confira a nota emitida pelos presidentes do Conselho Federal da OAB, da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, da Presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho e da  Federação Nacional dos Jornalistas, sobre o uso indevido das instituições em material de cunho eleitoral:

Nota de Esclarecimento

As entidades signatárias abaixo nominadas, tendo em vista o uso indevido do nome das instituições na página “O Brasil Feliz de Novo”, do candidato à Presidência da República Fernando Haddad, reiteram que não apoiam, promovem ou indicam voto em quaisquer das chapas concorrentes, conquanto subscrevam e reafirmem tudo o que está na nota conjunta divulgada em 19 de outubro. Ratificam, portanto, a crítica feita às condutas e aos discursos ali descritos, para um lado e para o outro. O Comitê de Campanha do referido candidato já foi cientificado para a imediata retirada dos nomes das entidades subscritoras da presente nota, sob pena de serem tomadas outras previdências cabíveis.

Brasília, 25 de outubro de 2018.

Claudio Pacheco Prates Lamachia
Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Guilherme Guimarães Feliciano
Presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra)

Angelo Fabiano Farias da Costa
Presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT)

Maria José Braga
Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj)

Fonte: OAB

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.