Crédito: Reprodução/Instagram

Na noite da última quinta-feira, 13 de setembro, Kevin Richardson publicou em seu Instagram um vídeo para mostrar uma mudança radical. O cabelo, que já estava abaixo do ombro, agora ostentava um topete. A maior surpresa, no entanto, foi o motivo do corte: o integrante dos Backstreet Boys, famosa boyband dos anos 90, doou as madeixas retiradas para a “Children With Hair Loss”, ou “Crianças com perda de cabelo” na tradução.
Em sua conta oficial, a CWHL replicou o vídeo e agradeceu a atitude do cantor. A ONG norte-americana fornece, sem custos, perucas feitas com cabelo humano para crianças que perdem suas mechas durante o tratamento contra doenças como câncer, alopecia, tricotilomania, ou até mesmo queimaduras, entre outros.
Segundo o site da instituição, uma peruca deste tipo pode custar até cinco mil dólares, ou seja, cerca de 20 mil reais. Entretanto, eles recebem doações e realizam o trabalho de graça para mais de 300 crianças por ano. E não para por aí: os beneficiados ainda podem receber novas restituições capilares uma vez por ano, até a idade máxima de 21 anos.
Fundada em setembro de 2000 por Regina Villemure, ex-instrutora de cosmetologia, cabeleireira e especialista em substituição capilar com certificação mestre no American Hair Loss Council, a CWHL prega a importância do cabelo para a autoestima de garotos e garotas com problemas de saúde. Seu lema da instituição é “cobrindo cabeças de jovens para curar seus corações”.
O vídeo já teve mais de 178 mil visualizações no Instagram de Kevin e as fãs não pouparam elogios nos comentários. “Você está incrível, tão adorável esta atitude”, “muito amor e respeito por você”, “eu também quero fazer uma doação, você me inspirou” foram alguns deles.

Por: Hadassah Zucoloto

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.