Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

Nos últimos anos, o varejo físico tem sofrido com a crise político-econômica do Brasil. Na contramão, o ecommerce vem mostrando sua força com resultados cada vez melhores. Uma pesquisa realizada pelas empresas Ebit e ELO revelou que, em 2017, o faturamento do setor foi de R$ 47,7 bilhões – um aumento de 7,5% em relação ao ano anterior.

Esses números têm feito com que cada vez mais empresários invistam em uma loja virtual, aumentando a disputa pelo espaço online. Por isso, é preciso saber se destacar: um produto bonito com preço competitivo, mesmo em um ecommerce com um layout diferenciado, não se vende sozinho!

Quem possui um ecommerce e deseja vender seus produtos precisa anunciar no Google Ads (antigo Google Adwords). São diferentes opções de campanhas, que exibem as ofertas do seu negócio nos vários canais do Google.

Nós listamos as campanhas para ecommerce que você pode criar no Google Ads. Confira!

Campanha Institucional da Marca

É um tipo de campanha em que utilizamos as palavras-chave referentes ao nome do ecommerce, visando reforçar sua presença no mercado. Muitos empresários e gestores de marketing não acreditam, mas essa campanha é importantíssima para quem possui uma loja virtual.

Ela dificulta que outras empresas utilizem o nome da sua marca e direcionam os usuários para o site delas, porque nenhuma outra empresa vai conseguir ser mais relevante que a sua. E mesmo que façam isso, elas acabarão pagando um valor muito alto no clique (CPC) e dificilmente conseguirão ficar melhor posicionadas que o seu anúncio.

Além disso, ao contrário do resultado orgânico, o anúncio gerado por essa campanha pode ser personalizado de forma a deixá-lo mais atrativo e permite direcionar o usuário para a página mais relevante do seu ecommerce.

Outra vantagem da Campanha Institucional da Marca é o fato do custo do clique (CPC) pago por você ser muito menor do valor pago pelos seus concorrentes, e o Retorno Sobre o Investimento Publicitário (ROI) normalmente é excelente.

Campanha Google Shopping

É ideal para quem deseja promover seus produtos e aumentar as visitas em sua loja virtual. Ela atinge o usuário que já sabe o que quer comprar e está apenas comparando os preços para decidir em qual loja adquiri-lo.

O Google Ads gera os anúncios automaticamente e os exibe nas buscas convencionais e também no Google Shopping, tendo como base as informações inseridas no Google Merchant Center. Por isso, é muito importante manter o feed sempre atualizado e com todos os produtos cadastrados.

Os anúncios criados dentro desta campanha mostram ao consumidor uma foto, bem como o preço e o nome da loja. Assim, o visitante que chega ao ecommerce por um anúncio do Google Shopping já sabe exatamente o que vai encontrar na sua loja virtual, o que aumenta as chances dele concluir a compra.

Por isso, a Campanha Google Shopping geralmente oferece uma taxa de conversão e um retorno maior que os anúncios de textos. E esse não é o único benefício: ela facilita o gerenciamento das campanhas, já que escolhe automaticamente as palavras-chave através dos atributos dos produtos.

Além disso, ela oferece uma presença mais ampla na internet, pois permite que mais de um de seus anúncios sejam exibidos para o usuário. Caso você não queira exibir todos o seu catálogo, basta configurar e escolher apenas aqueles que deseja veicular.

Campanha de Remarketing Dinâmico

Após visitar uma loja virtual, você não para de ver anúncios dos produtos visualizados em diferentes páginas da web? Isso quer dizer que você está sendo atingido por uma Campanha de Remarketing Dinâmico.

Essa campanha é essencial para quem possui um ecommerce, pois incentiva o consumidor que acessou seu site e/ou visualizou um produto, a concluir a compra. Para criar uma, é preciso cadastrar os produtos e todas as suas informações no Google Merchant Center (GMC), via API ou XML, para que ele esteja sempre atualizado.

Além disso, deve-se adicionar as tags de Remarketing Dinâmico em todas as etapas do processo de compras: Home, Categoria dos Produtos, Carrinho de Compras e na Finalização da Compra. Elas serão as responsáveis por inserir os usuários em uma lista de remarketing, separando-os pelos códigos dos produtos e a etapa do funil em que estão.

Depois, o Google Ads combinará os produtos e desenvolverá anúncios com o layout personalizado, levando em consideração a popularidade e o conteúdo que o usuário visualizou no site.

A Campanha de Remarketing Dinâmico atinge a audiência certa na intensidade certa. Se o usuário apenas visualizou a página do produto, a frequência na qual ele verá os seus anúncios é menor do que, por exemplo, um cliente que abandonou um carrinho de compra.

Inclusive, a lista de remarketing composta por clientes que abandonaram o carrinho é a mais importante para quem possui um ecommerce. Afinal, o usuário chegou a adicionar um produto em seu carrinho, mas não finalizou a compra. É recomendável aumentar o lance para ela, para que o anúncio seja exibido mais vezes para esse potencial cliente.

Campanha na Rede de Pesquisa para os seus principais produtos

Quem possui um ecommerce sabe que, de todo o seu catálogo de produtos, é comum que somente 20% representem cerca de 80% da receita. É interessante criar uma campanha na Rede de Pesquisa para eles.

Ela atinge os usuários que ainda não estão totalmente certos quanto ao que desejam comprar. Ao impactar este usuário com um anúncio de um produto popular em seu ecommerce, as chances de fazer uma venda são muito altas.

Anunciar os principais produtos do seu catálogo permite que eles sejam encontrados e trabalhem em momentos diferentes no funil de conversão. O recomendável é focar em buscas de meio de funil, e ir equalizando os lances e a escolha de palavras, sem esquecer de analisar o seu ROI.

Campanha DSA (Anúncios Dinâmicos da Rede de Pesquisa)

Após criar a campanha na Rede de Pesquisa para seus destaques, é recomendável ter a Campanha DSA. Ela abrange todos os produtos do seu ecommerce, criando os anúncios automaticamente, tendo como base de dados o que encontra no site. As palavras-chave desta campanha são, na maior parte, palavras de cauda longa (long tail), ou seja, buscas bem específicas que utilizam no mínimo 3 palavras.

Dessa forma, você não precisa perder tempo criando listas de palavras-chave para cada item da sua loja virtual. Uma grande vantagem, não acha? Você foca somente nos mais vendidos e utiliza a DSA para cobrir o restante dos produtos.

Para que você não invista em um anúncio de um produto que esteja indisponível em sua loja virtual, a dica é negativar o termo que você utiliza em seu ecommerce para o que estiver fora de estoque.

Novidade do Google Ads para quem já possui campanha Shopping e de Remarketing Dinâmico

Unindo as campanhas Google Shopping e Remarketing da Rede de Display, e tendo como base o machine learning, temos a Campanha Inteligente de Google Shopping.

Essa grande novidade do Google Ads trabalha na aquisição de novos clientes, bem como no remarketing dinâmico automático dentro dos produtos da plataforma (YouTube, Gmail, Rede de Display, Pesquisa do Google e Google Shopping).

Mas para ela estar elegível, é preciso já ter criado sua campanha de Shopping e Remarketing Dinâmico, pois ela precisa dos dados de históricos de compras para poder ser criada.

Como esta campanha roda por machine learning, pode-se trabalhar de duas formas: a 1ª é deixar o Google Ads achar o melhor ROI dentro do seu orçamento; já a 2ª é trabalhar com uma meta de ROI a ser atingida.

Conclusão

Agora que você conhece as melhores campanhas do Google Ads para seu ecommerce, é hora de pôr a mão na massa. Não esqueça de realizar a instalação das tags corretamente no seu site, pois só dessa forma você contará com os recursos de machine learning e verá suas campanhas serem otimizadas. Elas também são importantes, para que você saiba exatamente quais produtos estão sendo vendidos e qual a receita gerada em cada pedido.

Contar com a ajuda de uma Agência de Marketing Digital especializada em Google Ads é muito interessante. Ela possui a expertise e experiência necessária para indicar as melhores campanhas para o seu ecommerce, bem como para configurá-las de forma a entregar o melhor resultado para você.

Se você quer se aprofundar ainda mais e entregar resultados ainda melhores com seus anúncios, confira a série de webinars sobre mídia paga! É só se inscrever abaixo!

Artigo escrito por Marcelo Rama, diretor comercial da Agência DDWB.

Marcadores:

Fonte: Resultados Digitais

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.