Escrito por George R.R. Martin, ‘Guerra aos curingas’ é o nono livro da série ‘Wild Cards’ e o segundo episódio da trilogia ‘Rox’

Política, preconceito, poder, traições e grandes golpes – como seria o mundo se existissem pessoas com superpoderes? Criada pelo mestre da ficção moderna George R.R. Martin, autor de As Crônicas de Gelo e Fogo, em que foi baseada a série de TV Game of Thrones, Wild Cards é uma fantasia urbana que leva o leitor a um mundo sombrio onde um vírus alienígena fez com que parte da população ganhasse habilidades físicas e mentais, formando um grupo batizado de ases. Outros, no entanto, foram amaldiçoados com estranhas deformidades – os curingas. O nono livro da saga, Guerra aos curingas (LeYa, 416 pp, R$ 54,90 – Trad.: Camila Fernandes), apresenta o segundo episódio da trilogia Rox, no qual um novo conflito começa a criar forma – embalada pelo violento Blaise Andrieux, acompanhado de sua gangue de saltadores, e Bomba, que governa Ellis Island, em Nova York, rebatizada de Rox, e luta pelos direitos dos curingas.

Fonte: Publish News

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.