Enquanto cada vez mais pessoas optam por utilizar cartões e pagamentos virtuais, e não andar com dinheiro físico, alguns profissionais acabam sofrendo as consequências dessa mudança, como os artistas de rua. A lógica é simples: quanto menos pessoas andando com dinheiro na carteira, menos doações os artistas recebem em suas caixinhas.

Pensando em ajudar esses artistas, a prefeitura da cidade de Londres lançou no último fim de semana, um projeto que permite a doação virtual de quantias em dinheiro.

O projeto foi criado em parceria com a Busk In London  e a empresa de pagamentos sueca iZettle, que selecionaram alguns artistas para testarem o pagamento, que tem a previsão de ser implantado nos 32 bairros de Londres.

Os artistas selecionados receberam um leitor de cartões. Quem quiser doar uma quantia ao artista precisa estar conectado a um smartphone ou tablet e aceitar uma das opções de valores fixos apresentados, e que são previamente definidos por cada artista. Então, basta passar o telefone, cartão ou smartwatch para fazer a doação.

Ainda não há detalhes sobre quantos leitores serão fornecidos aos artistas de rua de Londres ou se cada um terá que pagar para ter o seu próprio leitor.

Fonte: B9

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.