O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira (23) o relatório Técnico do Teste Público de Segurança 2017 do Sistema Eletrônico de Votação. O TPS é um dos marcos do processo de desenvolvimento dos sistemas eleitorais e do hardware da urna eletrônica, e busca contribuições para se alcançar um patamar ainda mais elevado de segurança e robustez das eleições brasileiras. 

O documento traz um resumo dos achados do TPS 2017, como as vulnerabilidades apontadas pelos investigadores participantes, as sugestões de melhorias apresentadas e o seu impacto sobre o software, além de apresentar as correções e contramedidas implementadas no conjunto do sistema pela equipe da Seção de Voto Informatizado do TSE. Ele traz ainda um breve relato do trabalho realizado durante o Teste de Confirmação, realizado nos dias 7 e 8 de maio, quando os investigadores tiveram a oportunidade de avaliar os aprimoramentos promovidos pelo TSE no sistema, bem como repetir os testes que haviam executado em novembro de 2017. 

O relatório tem por objetivo apresentar a visão da equipe técnica do TSE, tanto dos trabalhos realizados durante o TPS quanto do que foi feito para a mitigação das vulnerabilidades. O documento busca aproximar o Tribunal, a Comissão Avaliadora, os investigadores e a comunidade técnico-científica para a construção de sistemas eleitorais cada vez mais seguros.

Acesse a íntegra do relatório técnico do TPS 2017.

LC/RG, DM

Leia mais:

09/05/2018 – TSE conclui Teste Público de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação

Fonte: TSE

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.