Se há uma coisa que a Disney sabe fazer, esta com certeza é capitalizar em cima de suas propriedades. O departamento de merchandising da empresa é vasto e sabe se aproveitar de seus personagens famosos em todos os tipos de produtos para todos os tipos de públicos, imprimindo rostos e silhuetas tão distintas em qualquer item que você queira. Precisa de uma sandália do Mickey para ir na praia? Uma camisa dos Incríveis? Uma meia do Chewbacca? Você com certeza pode achar tudo isso na loja oficial da empresa.

Mas ainda que a marca consiga alcançar qualquer pessoa, um perfil de público até então não tinha uma linha de produtos para chamar de seu dentro da cultura Disney. Por mais que constitua uma agremiação de fãs das mais fortes em termos de devoção, os membros da comunidade LGBTQ+ nunca foram reconhecidos direito pela Disney, numa medida que é muito similar ao que se vê na questão da representatividade nos produtos audiovisuais do estúdio e os seus personagens não-héteros “escondidos” como o problema do Le Fou no remake de “A Bela e a Fera”.

As medidas da empresa para atender comercialmente esta seção da audiência até o momento vinham sendo paliativas: foi só em abril, por exemplo, que os parques da Disney passaram a oferecer um par de orelhas do Mickey com a variação arco-íris. Agora, porém, a companhia parece estar pronta para abraçar o público gay, lésbico e transsexual, pois a sua loja oficial começou a vender uma linha inteira de produtos com a temática do orgulho LGBTQ+.

Intitulada “Rainbow Mickey Collection”, a coleção pinta a silhueta do Mickey com as cores do arco-íris e inclui essencialmente itens e acessórios de vestimenta como regatas, óculos e camisas, mas há espaço para pins e garrafas de água. São até o momento dez produtos disponíveis para a compra na lojinha entre os valores de 10 e 30 dólares, que podem ser adquiridos diretamente neste link.

Além das roupas e acessórios, a Disney também divulgou que de hoje até o dia 30 de junho 10% de todos os lucros obtidos com a venda destes produtos serão transferidos para o Gay, Lesbian & Straight Education Network (GLSEN), famosa organização que advoca pelos direitos dos estudantes LGBTQ+ nas escolas norte-americanas.

Por mais que uma pequena quantidade de itens postos à venda no site oficial não resolvam a situação da empresa com a questão da representação LGBTQ+ em sua cultura, é válido notar como a Disney vai aos poucos tentando abordar o problema. Algumas camisas e bonés podem parecer (e são, a bem da verdade) um esforço mínimo no momento, mas sem dúvida servem para colocar o estúdio no caminho certo.

Confira imagens de todos os produtos abaixo.

 

Fonte: B9

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.