Pode parecer um exagero de título, mas foi o que o Google fez. Para ser mais exato, os anúncios vieram no mesmo dia. Um mês um tanto agitado para a gigante de buscas. Depois de patrocinar o “The Late Show with Stephen Colbert” e adquirir a Tenor, plataforma de GIFs, a empresa anunciou também a adição de 39 novos idiomas em seu aplicativo de localização, Google Maps. Os idiomas escolhidos (dentre eles hebraico, finlandês e o turco), são falados por 1,25 bilhões de pessoas.

Longe de alcançar todas os idiomas falados atualmente, o Google optou por adicionar aqueles que antedem à uma população mais ampla. O turco, por exemplo, é falado por 9% das pessoas na Europa. Você pode conferir a lista completa de idiomas incluídos aqui, no post oficial da empresa.

Google Maps em armênio.

TENOR TAMBÉM É CONVOCADO PARA A FAMÍLIA

Outro passo interessante da empresa foi a compra do Tenor, plataforma de busca de imagens animadas fundada em 2014. A intenção é melhorar suas próprias ferramentas, como a busca por imagens, GBoard e Google Imagens no geral.

Em seu site, o Tenor registra mais de 300 milhões de usuários mensais, que somam 12 bilhões de buscas. A empresa tem parcerias com grandes nomes, como Zynga, Dropbox e Microsoft, além de fazer parcerias com produtoras como a Netflix, para a promoção de seus conteúdos. O site tem um sistema de busca robusto e rápido. Além de classificar as animações por categorias básicas, consegue trazer insigths sobre seus usos em todas as plataformas. Você pode ver, por exemplo, qual a popularidade dos gifs da Jennifer Lawrence – em gráficos.

Atualmente a plataforma é responsável pelos gifs em serviços do Facebook, como o Messenger. Segundo comunicado oficial, o uso não deve se modificar por enquanto, já que a plataforma continuará independente. A ideia do Google é utilizar a biblioteca de conteúdo do Tenor para criação de produtos e APIs.

Como diria o Google (agora, em 39 novos idiomas), GIF on!

Fonte: B9

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.