Paula Groba (Rádio Senado) |
20/03/2018, 14h20 – ATUALIZADO EM 20/03/2018, 14h22

Parlamentares de 36 países participam nesta terça-feira (20) de seminário organizado pelo Senado no 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília. No evento, que discute “o papel dos Parlamentos e o direito à água”, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, defendeu mais recursos e ações concretas para minimizar o problema.

Na abertura do encontro, Eunício destacou que o país está no centro dos debates por possuir 12% da água doce do Planeta e precisa buscar soluções de acesso e compartilhamento da água, por meio de ações e recursos.

– Temos que fazer um grande programa não apenas de leis, mas de imposições na questão da sobrevivência. Nós temos que revitalizar nascentes, temos que ter recursos e não apenas discursos para tratarmos dessa questão de sobrevivência da humanidade.

O presidente da subcomissão que acompanha o Fórum da Água, senador Jorge Viana (PT-AC), enfatizou a oportunidade de resultados concretos para aprimorar a legislação das nações.

– Temos aqui uma oportunidade de fazer algo concreto – avaliou.

Para o presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), senador Fernando Collor (PTC-AL), ao sediar esta edição do Fórum Mundial da Água, que pela primeira vez é realizado em um país do hemisfério sul, o Brasil mostra a importância que dá ao tema.

O presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, disse que não adianta a área técnica criar soluções e pensar no uso sustentável da água se não houver leis para regular esses novos mecanismos. Por isso, reafirmou a importância da presença de parlamentares no evento.

Ao final dos debates, os parlamentares vão divulgar um manifesto com compromissos a serem seguidos pelos políticos. Entre os pontos previstos no documento, está a alocação de recursos do orçamento para políticas de segurança hídrica e saneamento.

Também participaram da abertura os senadores José Pimentel (PT-CE), Regina Sousa (PT-PI), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Hélio José (Pros-DF), Garibaldi Alves (PMDB-RN), Wellington Fagundes (PR-MT), Lasier Martins (PSD-RS) e Fátima Bezerra (PT-RN).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Senado Federal

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.