Dyogo Oliveira e outros quatro ministros participam de evento de infraestrutura brasileira em Nova York


publicado
08/03/2018 18h37,


última modificação
08/03/2018 19h15

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, afirmou a investidores que o Brasil crescerá 3% este ano e em 2019 em razão da melhora dos fundamentos da economia com taxa de juros e inflação no menor nível histórico. Durante o seminário “Oportunidades de Investimentos no Brasil”, promovido pela Apex, em Nova York (EUA), ele destacou ainda que o crescimento econômico se dará também por conta da expansão do mercado de crédito e de capitais e a recuperação do investimento. Além de Oliveira, outros quatro ministros participaram do evento.

Foto: Beth Santos – Divulgação

Segundo o ministro, o melhor desempenho econômico se reflete no mercado financeiro com a recuperação da bolsa de valores – hoje acima dos 87 mil pontos e em nível recorde – e dos CDS (medida de risco), negociados hoje em nível abaixo de quando o Brasil tinha o grau de investimento. Ele ressaltou que o país saiu da recessão baseando-se nos pilares da estabilidade financeira e fundamentos sólidos e, por isso, disse estar seguro que o Brasil voltará logo a ter grau de investimento.

Oliveira ressaltou também que o mercado de trabalho vai se recuperar, sem resultar em pressão inflacionária. Expectativa positiva também para o setor de consumo com melhores condições de crédito.

Dyogo Oliveira destacou em sua apresentação a carteira de 145 projetos de infraestrutura – o Programa de Parcerias de Investimento (PPI), com potencial de entrada de outros 75, entre concessões de rodovias, ferrovias, geração de energia, portos, entre outros. Investimentos estes que, hoje, já somam US$ 44 bilhões. Segundo o ministro, o grande foco do governo é a desestatização e capitalização da Eletrobras até o fim do ano. A capitalização da estatal pode levantar R$ 12 bilhões, o que fará da Eletrobras uma das maiores empresas do setor energético do mundo. 

Acesse a apresentação em inglês aqui.​

Fonte: Governo Federal

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.